Clique e assine por apenas 6,90/mês

Empresário é condenado por agressão a Luiza Brunet

O advogado de Luiza informou que a atriz está "feliz" com a decisão; defesa do empresário informou que vai recorrer

Por Estadão Conteúdo - Atualizado em 6 jun 2017, 10h24 - Publicado em 6 jun 2017, 10h20

O Tribunal de Justiça de São Paulo condenou nesta segunda-feira (5) o empresário Lírio Parisotto a um ano de detenção em regime aberto, por agredir a modelo Luiza Brunet em maio de 2016.

A decisão é da juíza Elaine Cristina Monteiro Cavalcanti, da Vara Central de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher. A Justiça também determinou que Parisotto deve ficar sob vigilância pelo prazo de dois anos, além de prestar serviço à comunidade por doze meses.

O advogado de Luiza informou que a atriz está “feliz” com a decisão. Já a defesa do empresário informou que vai recorrer.

Reprodução/Veja SP
Publicidade