Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Eduardo Suplicy é o vereador mais votado de São Paulo

Mesmo com 130 mil votos a menos que na última eleição, é a terceira vez que ele atinge o feito

Por Redação VEJA São Paulo 16 nov 2020, 09h49

A votação das eleições municipais do último domingo (15) em São Paulo definiu os 55 vereadores que farão parte da Câmara Municipal a partir de janeiro de 2021. Entre eles, Eduardo Suplicy foi o mais votado da cidade, reeleito até as 9h40 de hoje (16) com 167.427 votos. O segundo candidato mais votado foi o vereador Milton Leite (DEM), com 132.512 votos.

Com 130 mil votos a menos que na última eleição, é a terceira que Suplicy é o vereador mais votado na capital. Em 2016, alcançou 301.446 votos .

Em 1988, o petista se elegeu vereador em São Paulo com 201.549 votos. Ao tomar posse, em 1989, foi eleito presidente da Câmara de São Paulo.

“Eu estou muito feliz. Dessa vez eu tive uma dificuldade como nunca antes em qualquer eleição porque eu praticamente não saí de casa. Eu procurei obedecer meu querido médico de procurar evitar qualquer aglomeração. Eu gosto de abraçar e tudo, então, pessoas da minha família e amigos, todos recomendaram [isolamento] para garantir a continuidade de uma boa saúde”, contou ao G1.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade