Clique e assine por apenas 6,90/mês

Doria oficializa transferência de Ceagesp para outro local

Governador afirmou que pretende construir um novo entreposto em área até cinco vezes maior e próxima a rodovias

Por Estadão Conteúdo - Atualizado em 14 fev 2020, 15h53 - Publicado em 25 out 2019, 14h34

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), oficializou nesta sexta-feira (25) a transferência de local da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp), maior entreposto do Brasil e da América Latina. “Vamos transferir para uma área que é quatro ou cinco vezes maior que a atual e próxima de rodovias”, afirmou o governador, em cerimônia realizada no Palácio dos Bandeirantes.

Segundo Doria, o decreto autorizando a construção para um ou mais entrepostos em diferentes espaços foi publicado nesta sexta no Diário Oficial do Estado. Contudo, o governador não informou o novo local que abrigará a nova Ceagesp.

“Essa mudança vai ocorrer em até cinco anos, em 2024. A Ceagesp atual vai ser fechada apenas quando um ou mais entrepostos novos estiverem prontos”, explicou Doria. Para receber o novo entreposto, a área precisa ter, no mínimo, 300 000 metros quadrados.

Além da mudança, ficou acertada a transferência da gestão das atividades dos futuros entrepostos para a iniciativa privada. Os novos gestores dos ativos ainda serão definidos futuramente em processo concorrencial.

Continua após a publicidade

O espaço atual da Ceagesp, que pertence à União, irá abrigar o futuro Centro Internacional de Tecnologia e Inovação (Citi), que será ocupado por empresas privadas.

Para Doria, o fechamento da atual Ceagesp terá impacto positivo no trânsito da região, retirando caminhões que circulam pelas marginais, e melhorando as condições de segurança no local.

Além disso, Doria acredita que os novos entrepostos ajudarão a reduzir os preços dos produtos comercializados para a população. Uma das regras da concorrência é que os novos projetos movimentem 2 milhões de toneladas de alimentos.

Publicidade