Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Dailus, criada na Zona Leste, investe em venda de esmalte 24 horas

A marca está ampliando sua presença on-line

Por Mariana Rosario 27 set 2019, 06h00

Criada no Tatuapé, na Zona Leste, a Dailus não abandona suas raízes: cerca de 20% de sua produção fica na cidade de São Paulo. O estado abocanha uma fatia de 50%. Com forte presença em farmácias (a ação nas drogarias levou a um crescimento de 30% no faturamento), a marca quer aumentar sua relevância e se fortalecer no setor de esmaltes, dominado por gigantes como Colorama (da L’Oréal), Impala (da Mundial) e Risqué (do grupo Coty). Para isso, deve lançar vinte novas cores e mais uma seleção de verão. “Há manicures que compram coleções inteiras para oferecer a suas clientes”, orgulha-se Fernando Rossi, um dos sócios. A aposta para dominar novos mercados vem das redes sociais. A grife, inclusive, contratou uma empresa para atender em sistema de 24 horas os clientes que deixam mensagens na internet. “Temos de estar abertos a ouvir o consumidor”, diz.

Publicado em VEJA SÃO PAULO de 02 de outubro de 2019, edição nº 2654.

Publicidade