Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Criança de 8 anos morre eletrocutada após encostar em decoração de Natal

Pouco antes da tragédia, mãe havia tirado fotos dela

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 29 nov 2020, 17h09 - Publicado em 29 nov 2020, 16h51

Júlia Honória Franco, de 8 anos, morreu após ser eletrocutada na cidade de Caldas Novas, em Goiás. O caso ocorreu na última sexta-feira (27). A menina passeava com a família em uma praça do município quando sofreu com uma descarga elétrica que veio de uma estrutura colocada em uma praça para decoração de Natal.

A mãe, Rejany Honória de Almeida, tirou fotos da criança pouco antes de ocorrer o caso. “Meu esposo pegou ela no colo e chamou o Samu”, disse ela para a TV Anhanguera.

Foto tirada de Júlia antes do acidente
Foto tirada de Júlia antes do acidente Reprodução TV Anhanguera/Divulgação

A menina encostou em uma espécie de túnel de luzes que estava sendo montado na Praça Mestre Orlando. Quando a criança tocou em uma das estruturas de sustentação, tomou o choque. Ela foi levada para um hospital, mas não resistiu. De acordo com a TV Anhanguera, a Polícia Civil, que investiga o caso, encontrou fios que alimentavam as luzes natalinas parcialmente desencapados.

Rejany estava no local com o marido e três filhos. A prefeitura de Caldas Novas foi responsável pela montagem da decoração. A criança foi enterrada no sábado (28).

Continua após a publicidade
Publicidade