Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Clube Monte Líbano fecha áreas após confirmação de coronavírus

Instituição localizada na Zona Sul adotou medidas preventivas após associado ter resultado positivo na contraprova

Por Redação VEJA São Paulo 11 mar 2020, 17h58

O Clube Atlético Monte Líbano, que fica na Zona Sul da capital paulista, fechou algumas de suas áreas de convivência após um de seus associados ser diagnosticado com o novo coronavírus, o Covid-19. Um comunicado foi enviado para os membros na manhã desta quarta-feira (11), informando quais seriam as medidas adotadas pela instituição.

“No intuito de resguardar o máximo possível o quadro associativo e por medida de precaução e orientação de um infectologista, o clube tomará as seguintes medidas”, começa o texto. Duas partes ficarão completamente isoladas por uma semana no endereço: o salão de jogos e a sauna, a princípio, por uma semana.

O prédio da academia foi fechado nesta quarta para higienização e deve retomar as atividades na quinta (12). A Vejinha apurou que o infectado voltou recentemente de viagem do exterior. Mesmo assintomático, o associado fez o teste para o vírus, que primeiro deu negativo, e na contraprova, positivo. Ele segue isolado em casa. O restante do clube permanece funcionando normalmente.

Os locais que foram isolados, afirmou um funcionário que não quis ser identificado, são frequentados por pessoas com faixa etária mais elevada: as mais vulneráveis ao Covid-19. Por isso permanecerão temporariamente fechados.

  •  

    Continua após a publicidade
    Publicidade