Continua após publicidade

Circuito de parques e florestas abraça a nova ZN

Conhecida por sua exuberante natureza e ampla infraestrutura urbana, a Zona Norte passa por melhorias e requalificações em toda sua extensão

Por Abril Branded Content
Atualizado em 15 Maio 2024, 09h22 - Publicado em 10 Maio 2024, 12h00

Com um cenário que inclui diversificadas áreas verdes – que abriga, inclusive, a Cantareira, uma das maiores áreas de mata tropical nativa do mundo –, que faz com que a região seja um forte atrativo para quem quer estar perto da natureza, a Zona Norte (ZN) ganha destaque em São Paulo tanto por suas belezas naturais quanto por sua ampla infraestrutura urbana, com um comércio desenvolvido e seu rápido processo de urbanização, que tem ganhado ainda mais força por conta dos recentes investimentos municipais.

A região engloba 18 distritos e abriga mais de 2 milhões de habitantes, ocupando um território de 296 km². Essa área paulistana tem recebido atenção especial da atual gestão com obras de requalificação e melhorias urbanas. São investimentos significativos e projetos inovadores que dão nova cara e criam uma ponte para o futuro da Zona Norte. 

MELHORIAS

A ZN já é conhecida por ter o segundo terminal rodoviário mais movimentado do mundo, o Terminal Tietê. A região também é um importante pólo logístico, por conta do fácil acesso às rodovias Presidente Dutra e Fernão Dias, principais saídas da cidade.Não à toa, a ZN faz parte do maior programa de reforma e manutenção de pontes e viadutos da história de São Paulo. São R$ 1,64 bilhão em investimento para promover a segurança e melhorar a qualidade da infraestrutura viária, revitalizando vias que interligam bairros e garantem o fluxo de veículos e pedestres em toda a cidade.

O programa tem, ainda, o objetivo de instaurar uma cultura permanente de inspeções rotineiras e manutenções preventivas, promovendo a integridade e prolongando a vida útil das estruturas. Na Vila Maria e na Vila Guilherme, as reformas estão sendo feitas nas pontes Aricanduva, Vila Guilherme e Viaduto Gal. Milton Tavares.

Em Pirituba e no Jaraguá, o destaque fica por conta da retomada da construção do complexo viário Pirituba-Lapa, fundamental para desafogar o trânsito entre os dois bairros. Com prazo de execução previsto para 2026, a obra resolverá uma antiga reivindicação dos moradores da região –  que terão suas viagens encurtadas em 36 minutos por dia entre os terminais.

Continua após a publicidade

Na Casa Verde, as 112 mil pessoas que utilizam o sistema de transporte coletivo diariamente serão beneficiadas com as obras de requalificação dos 4,6 km do corredor de ônibus da Av. Imirim, que também resultarão em redução do tempo de deslocamento e melhor mobilidade. 

As obras, com finalização prevista para outubro deste ano, incluem melhorias no pavimento e nas paradas, além de enterramento das redes de energia elétrica e de telecomunicações. 

Já na Freguesia e na Brasilândia, o foco é a ampliação do sistema de drenagem, visando o combate às enchentes. Os trabalhos contemplam 1.200 metros de novas galerias em tubos de concreto armado e passam pelas Avenidas Nossa Senhora do Ó e Antônio Munhoz Bonilha, até as ruas Bartholomeu do Canto, João Librina e Dona Estela Borges Morato. A nova rede de drenagem beneficiará mais de 80 mil pessoas na região.

Box ZN
(ABC/Abril Branded Content)

NATUREZA NA ZN

Além da robusta infraestrutura, a ZN é conhecida por abrigar importantes áreas verdes – como o Horto Florestal, o Parque da Juventude e a Cantareira, que sobe ao pódio como a maior floresta urbana do mundo – e , como não poderia deixar de ser, a Prefeitura também está olhando e cuidando desses espaços.

Um local histórico da cidade é o Parque do Trote, único parque municipal entre os bairros da Vila Guilherme e da Vila Maria. Tombado pelo patrimônio histórico, ele abriga uma biodiversidade que impressiona, com mais de cem espécies registradas e fauna também rica, com mais de oitenta espécies.

Também na ZN, Perus é o bairro onde está localizado o segundo maior parque municipal urbano de São Paulo. Com área total de 9.500.000 m², o Parque Anhanguera está em zona de amortecimento e conectividade entre o Parque Estadual do Jaraguá e o Parque Estadual da Cantareira, e funciona como Corredor Ecológico e troca de fluxo gênico, permitindo a ligação e manutenção da fauna e flora dessas regiões. 

Zelando pela ampliação e preservação dos espaços verdes, a Prefeitura tem trabalhado na requalificação do lago do Parque Cidade de Toronto, na região de Pirituba, garantindo a preservação da fauna local. As intervenções receberam um investimento de mais de R$ 4 milhões.

Continua após a publicidade
Parque Cidade de Toronto, em Pirituba
Parque Cidade de Toronto, em Pirituba (Prefeitura de São Paulo/Divulgação)

INVESTIMENTO NOS ESPORTES

Outro projeto importante para a população local são as atividades oferecidas pelos Centros Educacionais Unificados (CEUs), que permitem à população local usufruir de opções de educação, cultura, esporte e lazer. 

No CEU Parque Anhanguera, por exemplo, as obras acontecem na piscina, nas instalações elétricas, revestimentos e cobertura. Entre as obras concluídas e já entregues, se destaca também o CEU Perus, com troca de elevadores, manutenção da rede elétrica e reforma na piscina. O espaço também ganha uma programação estendida aos finais de semana para atender toda a população. A região também conta com o Centro Esportivo, que, recentemente, recebeu reparos nas arquibancadas e no gramado.

CEU Perus
CEU Perus (Daydream Midia/Abril Branded Content)

Outra região que também conta com um CEU de ponta é o Tremembé. São 7.100 m² de área construída, num terreno de 10.800 m², com piscina, biblioteca, área para jogos, aulas de esportes, teatro e shows. A parte esportiva tem piscinas semi olímpicas e quadra poliesportiva. O bloco cultural possui teatro, biblioteca, sala de leitura, ambientes para exposição e salas multiuso. O equipamento foi construído dentro das normas de acessibilidade e possui elevadores, banheiros adaptados e rampas de acesso.

CEU Tremembé
CEU Tremembé (Prefeitura de São Paulo/Divulgação)

Na Vila Maria, o Centro Esportivo Thomaz Mazzoni será transformado em Centro Olímpico para formação de atletas. A Prefeitura está investindo cerca de R$ 35 milhões nessa requalificação. Quem frequenta o espaço já faz uso de um novo gramado sintético no campo de futebol. Estão previstas pintura, reforma da piscina e das quadras e entrega de uma pista de skate.

Centro Esportivo Thomaz Mazzoni, a Vila Maria
Centro Esportivo Thomaz Mazzoni, a Vila Maria (Prefeitura de São Paulo/Divulgação)

ESPAÇOS CULTURAIS 

E não poderia ficar de fora os espaços de cultura da região. O local que mais mobiliza arte e cultura na ZN é a Casa de Cultura Vila Guilherme. O Casarão, como é conhecido, é tombado pelo patrimônio histórico e completa seu centenário neste ano.

Casa de Cultura Vila Guilherme
Casa de Cultura Vila Guilherme (Prefeitura de São Paulo/Divulgação)

O Casarão possui 3 mil m2 e conta com mais de 16 salas multiusos, área externa e pátio interno. O local conta com espaço de lazer aberto com mesas de pingue pongue, tabuleiros de xadrez e uma pista de skate. O imóvel passou por reparos complexos para celebrar em grande estilo seus 100 anos. 

Falando de cultura, em Santana fica o Teatro Alfredo Mesquita, único teatro municipal da ZN, inaugurado em 1988. Com mais de 1.000 m2, o complexo oferece apresentações de dança, teatro infantil e adulto, além de hospedar uma orquestra de até 20 músicos. 

Continua após a publicidade
Teatro Alfredo Mesquita
Teatro Alfredo Mesquita, em Santana (Daydream Midia/Abril Branded Content)

O teatro foi batizado em homenagem a um dos maiores escritores e teatrólogos brasileiros, Alfredo Mesquita (1907–1986), que, inclusive, foi fundador da Escola de Arte Dramática (EAD), uma das principais escolas do país. Sua programação cultural é inteiramente gratuita.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.