Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Cidade no interior de SP volta com restrições de quarentena por Covid-19

Em uma semana, os casos aumentaram mais de 1.100% em Amparo, próxima a Campinas; bares devem fechar as portas às 22h e multas podem chegar a R$ 6 000

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 7 jan 2022, 10h41 - Publicado em 7 jan 2022, 10h40

Em decreto publicado na tarde de ontem (6), a prefeitura de Amparo (SP), cidade próxima a Campinas, anunciou diversas medidas de contenção da pandemia na cidade. Essa é a primeira cidade do estado a retomar medidas de quarentena.

+ Especialistas esperam ‘explosão’ de casos de Covid e Influenza em janeiro

Em uma semana, o número de pessoas com Covid-19 em tratamento aumentou 1.112,50%. O registro diário de casos também teve alta: de 12, no dia 29 de dezembro, para 130 no dia 5 de janeiro. A cidade tem pouco mais de 70 mil habitantes.

View this post on Instagram

A post shared by Prefeitura Municipal de Amparo (@prefeituradeamparo)

Ainda no decreto, a prefeitura alerta que “a circulação simultânea das variantes delta e ômicron poderá colapsar o sistema de Saúde”.

Continua após a publicidade

Entre as medidas está a proibição de qualquer aglomeração, o encerramento das atividades comerciais às 23h e multa de R$ 1 500,00 para pessoas que estejam consumindo bebida alcoólica em área pública após esse horário. Os bares devem fechar às 10h e têm tolerância de 1h para que os clientes deixem os espaços. 

“Fica proibida a locação de imóveis para temporada, veraneio, eventos e festas,  bem como aglomerações em imóveis residenciais de pessoas que não pertencem ao núcleo familiar, ou seja, festas, comemorações, reuniões entre outros eventos que causem aglomeração. As multas são de R$6 mil, para o proprietário, e R$3mil para o locatário.”

+Assine a Vejinha a partir de 6,90.

Continua após a publicidade

Publicidade