Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Chuvas deixam cidade em estado de alerta

As chuvas devem continuar na capital paulista durante todo o dia

Por Estadão Conteúdo Atualizado em 27 nov 2017, 08h45 - Publicado em 27 nov 2017, 08h43

As chuvas na manhã desta segunda-feira (27) prejudicaram o fluxo do metrô, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) e de veículos na capital paulista.

A Central de Gerenciamento de Emergências (CGE) decretou estado de atenção para alagamentos na Zona Oeste, Zona Sul e na Marginal Pinheiros às 7h20. Segundo a CGE, as chuvas devem continuar na capital durante todo o dia e se intensificarem durante a tarde. As precipitações devem chegar em cidades como Santo André e São Bernardo, no ABC.

As chuvas também causaram atrasos e problemas na circulação dos trens das linhas Rubi-7, Turquesa-10 e Coral-11 da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). Eles circularam com intervalos e tempo de parada maiores no início da manhã desta segunda-feira. Na Linha 7, um trem apresentou problemas na Estação Vila Aurora e foi recolhido por volta das 6h30.

  • A capital registrava 65 km de lentidão, por volta das 7h45. O índice está acima da média para o horário. A Marginal do Pinheiros, na pista expressa, sentido Castelo Branco, apresenta mais de 13 quilômetros de lentidão, desde a Avenida Interlagos até a Rua Tucumã, no Jardim Europa. Já no sentido Interlagos, o motorista pisa no freio por 5,5 quilômetros, na pista expressa, desde a Rodovia Castelo Branco até a Ponte Cidade Universitária.

    Na Marginal do Tietê, no sentido da Rodovia Castelo Branco, pista expressa, havia tráfego lento por 5,5 quilômetros no mesmo horário, desde a Ponte do Piqueri até a Castelo. No sentido Ayrton Senna, o motorista enfrentava trânsito lento por 4,5 quilômetros, desde a Castelo Branco até a Ponte Velha Fepasa.

    A Radial Leste, sentido centro, apresentava quase 2 quilômetros de lentidão, desde o viaduto Engenheiro Alberto Badra até a Rua Vale Cândido, no Tatuapé. Na Avenida Paulista, sentido centro, o motorista encontrava tráfego lento por cerca de 1,5 quilômetro, entre as ruas Joaquim Eugênio de Lima e Augusta.

    Continua após a publicidade
    Publicidade