Chás revelação anunciam o sexo do bebê de forma divertida

Tendência nos Estados Unidos, o evento ganha força por aqui e mobiliza empresas de festas

Grávida pela terceira vez, a autônoma Evelyn Caldeira, de 35 anos, escolheu um jeito diferente de anunciar o sexo de seu bebê. No último dia 13, armou uma festinha em um bufê no Tatuapé, na Zona Leste. No lugar do chá de bebê clássico — que normalmente envolve apenas mulheres e inclui brincadeiras —, a mãe investiu em uma nova tendência, o chá revelação.

Na maioria dessas celebrações, ninguém sabe se a criança é uma menina ou um menino, inclusive os pais. A descoberta pode acontecer de diversas formas: no ato de abrir uma caixa cheia de balões (azuis ou rosa) ou por meio de jogos, como bolões ou a pintura do rosto do casal de olhos fechados.

Vídeos desses grandes instantes se multiplicam pela internet. Famosos como a cantora Kelly Key e a modelo Karina Bacchi embarcaram na onda. No caso de Evelyn e do marido, o autônomo Rodrigo Parreira, 37, a maneira escolhida de fazer a surpresa se deu na hora de cortar o bolo. A cor do recheio era azul, sinalizando um garoto. O rebento, que está prestes a nascer, se juntará a Breno, 12, e Lorenzo, 2. “Foi um momento muito emocionante”, afirma Evelyn.

Tendência nos Estados Unidos, o chá revelação ganha força por aqui e mobiliza empresas de festas especializadas — para aqueles que optam por folias mais incrementadas, longe do improviso. Uma bela mesa de doces para uma reunião mediana costuma sair, em média, por 5 000 reais.

“Ou o casal sabe o resultado do ultrassom e quer contar à família ou nós pedimos a resposta do exame ao médico ou a um parente e preparamos a surpresa para todo mundo”, explica a organizadora Tatiana Ulhôa, da empresa Decorando Emoções.

No ano passado, quando a moda começou a engrenar, ela planejava um evento do tipo a cada dois meses. Agora, elabora um a cada trinta dias. A decoração, é claro, não deve dar nenhuma pista do sexo do bebê. Vale misturar azul e rosa, escolher o amarelo, selecionar um tema neutro…

E o presente? A empresária Ingrid Folkerts, da Celebration by Dip en Dap, que organiza cerca de três chás revelação por mês, sugere apostar em fraldas, kit higiene e afins. “Os convidados podem ainda oferecer alguma quantia em dinheiro ou mesmo dar a lembrança após o nascimento da criança”, diz.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s