Clique e assine por apenas 6,90/mês

Vídeo mostra carne servida com larvas em churrascaria na capital

Fiscalização encontrou outras irregularidades no restaurante, como alimentos fora do prazo de validade

Por Redação VEJA São Paulo - Atualizado em 14 Feb 2020, 15h49 - Publicado em 4 Dec 2019, 15h22

Imagens que mostram um pedaço de carne com larvas em um restaurante da Barra Funda viralizaram nas redes sociais no último domingo (1º). O vídeo foi registrado na sexta-feira (29) por frequentadores da churrascaria Bela Rio, na Zona Oeste da capital, no momento em que lhes serviram costela bovina. Veja abaixo:

Diante da repercussão negativa, o estabelecimento confirmou o problema, mas se defendeu nas redes sociais. “Imediatamente após o fato, todas as refeições dos 160 clientes foram verificadas e nada de anormal foi identificado. A costela que estava sendo servida foi inspecionada e também não havia nada de errado até aquele momento”, diz a nota.

A Bela Rio também afirmou que recebeu a fiscalização de agentes da Vigilância Sanitária e da Delegacia de Polícia de Saúde Pública e que está “colaborando com as autoridades, adotando providências cabíveis e à disposição dos clientes para eventuais esclarecimentos”.

Responsável pela fiscalização, a Coordenadoria de Vigilância em Saúde (COVISA), por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), conta que realizou inspeção no local na segunda-feira (2).

Continua após a publicidade

Lá, encontrou “alimentos com data de validade vencida, pescados mantidos em temperatura ambiente, ausência de pia exclusiva para lavagem de mãos na área da copa, mobiliário em fórmica em mau estado de conservação, ralos sem proteção contra o acesso de pragas, caixa de gordura mal vedada, forro e piso em mau estado de conservação nos corredores, cozinha e área de lavagem”.

Apesar das irregularidades, não houve penalização financeira para a Bela Rio. “No momento não foi aplicada multa, sendo a inutilização de produtos a imposição da penalidade no momento da vistoria”, diz o pronunciamento da entidade.

Publicidade