Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Igreja histórica no bairro da Liberdade está ameaçada

Um abaixo-assinado quer preservar um dos símbolos da história paulistana, que está com a estrutura comprometida

Por Guilherme Queiroz 26 out 2018, 06h00

Um abaixo-assinado on-line luta pela preservação de um importante símbolo da história paulistana, a Capela dos Aflitos, na Liberdade. Com cerca de 1 300 adesões até o momento, a petição quer atrair atenção para a conservação da construção, localizada em uma pequena perpendicular da Rua dos Estudantes, no bairro da região central. Erguida em 1779, a igrejinha ocupava o mesmo terreno do então Cemitério dos Aflitos, inaugurado apenas quatro anos antes para abrigar indigentes, escravos e sentenciados à pena capital durante o período do Império. O espaço tornou-se célebre em 1821, quando recebeu Chaguinhas, um soldado negro condenado à morte. Segundo a crença popular, a corda da forca arrebentou três vezes antes da execução, o que imprimiu uma aura de “santo” ao personagem. A necrópole foi desativada em 1858, mas a capela permaneceu ali. Tombado pelo Condephaat em 1976, o imóvel sofreu nos últimos anos com a chegada de inúmeros prédios ao entorno, um incêndio na década de 90 e a recente demolição de um edifício em um terreno vizinho, o que acentuou as visíveis rachaduras em sua estrutura.

Publicidade