Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Bruno Covas decide se licenciar do cargo para tratar câncer

Prefeito de São Paulo diz que vai pedir afastamento para um período de 30 dias. Ricardo Nunes assume a gestão

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 2 Maio 2021, 18h08 - Publicado em 2 Maio 2021, 17h03

O prefeito Bruno Covas (PSDB), que enfrenta um câncer, decidiu se licenciar do cargo para tratar a doença.

Em nota, o político disse que, no momento, “com toda a força e foco que preciso colocar na minha saúde, fica incompatível o exercício responsável de minhas funções como Prefeito de São Paulo. Por isso, vou solicitar à Câmara de Vereadores uma licença do cargo pelo período de 30 dias para me dedicar integralmente à minha recuperação”.

No último dia 27, Covas recebeu alta hospitalar após ficar cerca de duas semanas no Hospital Sírio Libanês, mas foi internado novamente na tarde deste domingo (2).

O político enfrenta um câncer na região da cárdia, localizada na transição entre o estômago e o esôfago, com metástase em outras áreas do corpo. O prefeito foi diagnosticado com focos da doença no fígado e ossos após exames e, dias depois, com líquidos no pulmão e abdômen.

Quem fica no lugar de Covas é seu vice, Ricardo Nunes, que deve assumir a gestão na segunda (3).

Continua após a publicidade
Publicidade