Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Bronzeamento em casa clandestina provoca queimaduras em clientes

O serviço, que não tinha qualquer tipo de alvará para funcionamento, foi interditado na segunda-feira (16)

Por Estadão Conteúdo Atualizado em 18 out 2017, 09h09 - Publicado em 18 out 2017, 08h44

Ao menos duas mulheres sofreram queimaduras de segundo e terceiro graus depois de realizar um procedimento de bronzeamento oferecido em uma residência em Jaboticabal, no interior de São Paulo. O serviço, que não tinha qualquer tipo de alvará para funcionamento, foi interditado pela prefeitura do município na segunda-feira (16) depois das denúncias.

A moradora da casa, Joice Radaelli, produzia um “creme bronzeador caseiro” que incluía produtos químicos como formol. Ela cobrava 40 reais para que as clientes ficassem expostas ao sol por duas horas, com o corpo coberto pelo creme, em macas distribuídas no quintal.

Joice alega que os casos foram acidentais e que nenhum problema semelhante havia ocorrido desde que começou a oferecer o serviço há mais de quatro anos. Em sua página no Facebook, ela atribuiu os casos a um “problema na composição” de um novo produto adotado para o bronze. Ainda, ela garante que prestou socorro às mulheres afetadas e acompanhou o atendimento delas em uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA).

As duas mulheres que denunciaram a clínica clandestina relataram que as queimaduras surgiram um dia após a exposição ao sol. Uma delas também contou que teve infecção urinária. A Delegacia de Defesa da Mulher na região informou que Joice ainda não entregou o produto usado nas clientes para a análise através de perícia. Ela é investigada por lesão corporal culposa.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês