Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Blue Note, novo clube de jazz da Avenida Paulista, já tem data de abertura

A filial paulistana da famosa casa nova-iorquina ficará no terraço do Conjunto Nacional

Por Carolina Giovanelli Atualizado em 31 jan 2019, 17h14 - Publicado em 31 jan 2019, 13h04

Um dos principais clubes de jazz de Nova York, o Blue Note está prestes a inaugurar uma filial paulistana. A intimista casa de shows ocupará parte do terraço do Conjunto Nacional, com uma bela vista para a Avenida Paulista. Já há data prevista de abertura: 15 de fevereiro, com show de Marcos Valle e o trio Azymuth. Os preços dos ingressos para essa noite variam de 140 a 190 reais. São duas apresentações disponíveis, às 20h e 22h30. No dia 16, Toquinho sobe ao palco. Em março, nomes como Ed Motta e Hermeto Pascoal aparecem por lá. É possível comprar ingressos aqui.

O endereço chega à cidade pelas mãos de dois empresários experimentados no ramo, Facundo Guerra e Luiz Calainho. Com investimento estimado em 3,2 milhões de reais, o negócio ocupará um salão de 800 metros quadrados. Seu esquema será tal e qual o do clube original, sempre banhado em luz azul e com sistema de som de primeira. A ideia é oferecer proximidade com o músico, como se o show fosse na sala de casa. O público encontrará opções de comidinhas e uma carta de drinques assinada pelo celebrado barman Derivan de Souza.

Apesar da bandeira do jazz, assim como nos Estados Unidos, o Blue Note paulistano contemplará outros ritmos. Na capital carioca, onde já existe uma unidade da marca desde 2017, tocaram grandes nomes do gênero, caso de Incognito, Kenny Garrett e Spyro Gyra, mas também Marcelo D2 com um projeto de samba-jazz e Mart’nália cantando Vinicius de Moraes e Noel Rosa. 

O palco do Blue Note carioca: o espaço paulistano será bem similar Eduardo Martino/Zuppa Filmes/Veja SP
Publicidade