Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Bia Doria repudia fala sobre “ejaculação precoce” de Bolsonaro

Presidente da República afirmou em entrevista que governador paulista não tem chances nas eleições de 2022

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 4 set 2019, 16h31 - Publicado em 4 set 2019, 16h30

A primeira-dama de São Paulo, Bia Doria, publicou em seu Instagram nesta quarta (4) uma nota de repúdio à fala do presidente da República, Jair Bolsonaro, dizendo que João Doria “é uma ejaculação precoce e não tem chance nas eleições de 2022”. A entrevista do ex-capitão do Exército foi publicada pelo jornal Folha de S. Paulo.Como mulher, mãe e primeira-dama do Estado de São Paulo, repudio com veemência as declarações do Presidente da República, que usa expressões chulas, que ferem e desrespeitam a família brasileira e a importância do cargo que ocupa”, afirmou Bia.

O governador tucano, durante um evento na capital realizado na manhã desta quarta (4), equiparou a fala de Bolsonaro a gestos do ex-presidente Lula antes das eleições municipais de três anos atrás. “O Lula também falava isso em 2016, quando eu me apresentei como pré-candidato do PSDB às prévias do meu partido. E, para tristeza do ex-presidente e hoje presidiário Lula, eu não só ganhei as eleições na capital como ganhei no primeiro turno do Fernando Haddad.”

Esta foi a segunda ofensa proferida pelo presidente ao tucano. Na semana passada, Bolsonaro afirmou que o ex-prefeito paulista abusou no passado de benesses oferecidas pelo PT, referindo-se à compra de jatinho a juros subsidiados do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). “João Doria comprou também. Explica isso aí. Só peixe. Amigão do Lula, da Dilma. Eu vejo o Doria falando de vez em quando ‘minha bandeira jamais será vermelha’. É brincadeira! Quando estava mamando lá a bandeira era vermelha com um ‘foiçasso’ e um martelo sem problema nenhum, né?” Como resposta, o governador paulista disse que “nunca precisei mamar na teta de ninguém”. 

https://www.instagram.com/p/B1_bgB1Aroo/

 

Continua após a publicidade
Publicidade