Bixiga tem primeira praia urbana da capital

Espaço com mais de 2 000 metros quadrados fica na Rua Doutor Alfredo Ellis, na região central da cidade

Imagina sair do Masp, na Avenida Paulista, caminhar por cerca de vinte minutos e dar de cara com uma praia. Na Rua Doutor Alfredo Ellis, em meio a prédios antigos e próximo às tradicionais cantinas do Bixiga, no centro, é possível montar o guarda-sol, armar a cadeira de praia e levar a criançada para brincar em uma área de mais de 2 000 metros quadrados de areia. “Parece mesmo uma praia, só falta o mar”, diz a fotógrafa Ana Elisa Oriente, uma das frequentadoras.

Não tem mar, mas tem chuveirão e também está liberada piscina de plástico. Idealizador da Praia Urbana, Armando Onofri, diz que o local é uma forma de aproveitar espaços abandonados. “O terreno estava sujo, tinha até carcaça de carro” conta. “As pessoas saem de São Paulo e ficam doze horas no trânsito para chegar na praia. Tendo areia e chuveirão, já é praia.”

O espaço é aberto a todos das 9h às 18h e só fecha às segundas. O público é variado. Casais de namorados, famílias com crianças e idosos, que aproveitam para comprar caqui (3 reais a bandeja) ou morango (3,50 reais) na feira de orgânicos, aos domingos. Também há oficinas e palestras – e os organizadores pensam até em fazer sessões de cinema no local. Animais de estimação são bem-vindos.

praia-bexiga-2

 (Reprodução / Facebook/)

No domingo (12), uma turma de garotos praticava slackline, enquanto outro grupo armava a rede para uma partida de vôlei. “Trouxe meu filho de 1 ano e 3 meses para colocar o pé na areia” diz o vendedor Christian Ribeiro, de 45 anos. “Ele brinca à vontade, e eu fico sossegado, sem me preocupar com questões de segurança. Que outro lugar em São Paulo é assim?”

Para Ana Elisa, o espaço traz “um conceito de comunidade”. “As pessoas são vizinhas e, quando se encontram, é no elevador.” Há, porém, regras de convivência. Não pode fazer piquenique, andar de skate, bicicleta ou patins nem trazer bebida alcoólica de casa. Na Praia Urbana, a caipirinha de vodca, saquê ou cachaça sai a 15 reais.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s