Clique e assine por apenas 6,90/mês

Homem encontra ‘barata gratinada’ em almoço pedido em restaurante

Cliente afirma que foi destratado ao devolver refeição

Por Redação VEJA São Paulo - Atualizado em 3 set 2020, 13h05 - Publicado em 3 set 2020, 12h25

O repórter-cinematográfico Alexandre Corrêa, 49, encontrou uma barata dentro do almoço comprado para viagem em uma casa de massas no bairro da Ponta da Praia, em Santos, no último sábado (28). O inseto “gratinado” estava dentro de um saquinho plástico de batatas, que foi vendido junto a um frango assado e farofa.

Alexandre tinha comprado a comida para comer em casa com a esposa. “As batatas estavam em um saquinho separado. Minha esposa abriu e viu aquilo imediatamente e se assustou. Ainda bem que vimos aquilo antes de comer, senão as coisas seriam piores”, disse. “A gente já conhece o restaurante há bastante tempo, mas nunca tínhamos comprado frango. Minha esposa que sugeriu, disse que parecia bom”. O almoço custou R$ 30.

O cliente, então, voltou ao restaurante para devolver a refeição e pedir seu dinheiro de volta, mas, em entrevista ao G1, disse que foi destratado. “Ele [o funcionário] pegou o dinheiro e me deu, pediu desculpas de um jeito de quem não se importa muito e disse que não era a primeira vez que acontecia aquilo, que seria culpa do fornecedor”, relata.

Procurado, um funcionário do restaurante disse que os donos não estavam no local e que esse tipo de acontecimento é raro. Segundo a Secretaria de Saúde de Santos, o restaurante tem licença sanitária em dia.

Alexandre disse que registrou uma denúncia na Ouvidoria da Prefeitura de Santos que deverá ser encaminhada à Vigilância Sanitária da cidade

Continua após a publicidade
Publicidade