Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Bandeira 3 poderá ser utilizada por taxistas a partir desta quinta (7)

Nova tarifa, exclusiva para a saída de grandes eventos na capital, será 30% mais cara que a bandeira 2

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 14 fev 2020, 15h51 - Publicado em 6 nov 2019, 12h49

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria de Mobilidade e Transportes, publicou no Diário Oficial da cidade uma portaria que permite a implementação da bandeira 3 para viagens de táxi feitas após “eventos de grandes proporções”.

Segundo a publicação, “a bandeira 3 somente poderá ser aplicada em viagens iniciadas na saída de grandes eventos, como espetáculos, feiras, congressos, eventos esportivos e acontecimentos oficiais da cidade, que forem previamente cadastrados no Departamento de Transportes Públicos (DTP)”.

A nova modalidade, que passa a valer nesta quinta-feira (7), é 30% mais cara do que a bandeira 2, que, por sua vez, também é 30% mais dispendiosa do que a tarifa normal. As bandeiras são de uso opcional do motorista, que precisa avisar previamente ao passageiro que as utilizará.

Com essa mudança, a municipalidade atende uma demanda dos taxistas. Enquanto os taxímetros não são adequados ao novo sistema, os condutores devem andar com uma tabela de preços.

  •  

     

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade