Continua após publicidade

Balões sobrevoam os aeroportos de Guarulhos, Congonhas e Viracopos

Ocorrências foram registradas neste sábado (8) e domingo (9) em São Paulo e Campinas; a prática é crime

Por Tomás Novaes
Atualizado em 10 jun 2024, 18h23 - Publicado em 9 jun 2024, 17h30

Ocorrências de balões próximos aos aeroportos de Guarulhos, Congonhas Viracopos foram registradas neste final de semana, sem nenhum acidente.

Um vídeo publicado pelo piloto Luis Eduardo Pita no Instagram mostra um balão pousando próximo à pista do Aeroporto Internacional de São Paulo – Guarulhos, na manhã deste sábado (8).

“Além de um risco às aeronaves em voo, também representa risco para as aeronaves em solo. (…) Balões podem causar danos severos aos motores dos aviões e até provocar incêndios”, alerta o piloto no vídeo.

View this post on Instagram

A post shared by Luis Eduardo Pita (@luispitapiloto)

Continua após a publicidade

Na manhã deste domingo (9), segundo a assessoria de imprensa do Aeroporto de Congonhas, “houve duas ocorrências de balões nas proximidades do aeroporto, que foram monitoradas pela Torre de Controle e pelo gestor do aeródromo”. Os casos não impactaram as operações.

Também nesta manhã, em Campinas, três balões foram identificados sobrevoando o Aeroporto Internacional de Viracopos. Um deles teria caído em um terreno do aeroporto, e foi imediatamente recolhido pelo Corpo de Bombeiros. Essas ocorrências também não atrapalharam os pousos e decolagens.

A prática de fabricar, vender ou soltar balões que possam causar incêndios é crime, segundo a Lei de Crimes Ambientais, nº 9.605, de 1998. A pena é de prisão de 1 a 3 anos ou multa, ou ambas.

A atividade também pode ser enquadrada no artigo 261 do Código Penal Brasileiro, que trata da exposição de “perigo a embarcações ou aeronaves próprias ou de terceiros, bem como de qualquer ato que dificulte ou impeça a navegação marítima, fluvial ou aérea”. Nesse caso, a pena de reclusão varia de dois a cinco anos.

Continua após a publicidade

Leia a nota do Aeroporto de Guarulhos

A GRU Airport, concessionária que administra o Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, informa que recolheu um balão no sítio aeroportuário na manhã do último sábado (08). Não houve impacto nos pousos e decolagens e o aeroporto seguiu operando normalmente .

A concessionária alerta que a prática da soltura de balões é crime

Além de poder provocar impactos nas operações e atrasos nos voos, os balões podem colidir com aeronaves, provocar incêndios e cair no pátio de manobras durante o abastecimento das aeronaves .

Compartilhe essa matéria via:

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.