Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Rapaz disse que matou vizinho porque ele desligou Wi-Fi

Caso aconteceu em Ourinhos, no interior de São Paulo; Evandro Leonardo de Paula, de 31 anos, foi preso em flagrante

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 6 mar 2019, 16h28 - Publicado em 6 mar 2019, 16h25

Um homem de 31 anos confessou ter matado seu vizinho em Ourinhos, no interior de São Paulo, porque ele desligou o roteador de Wi-Fi. Os dois compartilhavam a mesma rede de internet.

Evandro Leonardo de Paula foi preso em flagrante pela polícia no domingo (3). No momento da prisão, o criminoso estava escondido na lavanderia de sua casa.

O caso foi registrado na delegacia da cidade como homicídio qualificado, cuja pena pode chegar a trinta anos de cadeia.

No boletim de ocorrência, o rapaz confessou ter esfaqueado Alexandre Vita, de 47 anos. Relatou que os dois começaram a discutir porque o roteador de internet que compartilhavam estava desligado. Vita teria ameaçado seu vizinho com uma faca.

De Paula disse aos policiais ter tomado a faca da mão da vítima e a golpeado. O Samu constatou a morte de Vita, que era funcionário da prefeitura de Ourinhos, no local.

Continua após a publicidade
Publicidade