Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Alexandre de Moraes anuncia novo comando da polícia paulista

Ricardo Gambaroni assume como comandante-geral da PM; novo delegado-geral da Polícia Civil Youssef Abou Chahin disse que menor é "007"

Por VEJA SÃO PAULO Atualizado em 5 dez 2016, 13h39 - Publicado em 5 jan 2015, 11h34

O secretário da Segurança Pública, Alexandre de Moraes, anunciou na manhã desta segunda-feira (5), o novo comando da polícia paulista. O coronel Ricardo Gambaroni assume como comandante-geral da Polícia Militar de São Paulo no lugar de Benedito Meira. O delegado Youssef Abou Chahin é o novo delegado-geral da Polícia Civil. Youssef assumirá o cargo no lugar de Maurício Blazeck, que segue na cúpula da polícia. Já o ex-comandante geral da PM, Benedito Roberto Meira, entrará para a reserva.

+ Menina de 3 anos é abandonada em casa na Vila Matilde

Os novos chefes das polícias têm como desafios lutar em conjunto para a redução dos crimes contra o patrimônio no estado, controlar a letalidade policial (no caso da PM) e aumentar a eficiência dos gastos administrativos – no caso da Polícia Civil. Segundo o secretário Alexandre de Moraes, a nova cúpula deve começar a formar suas equipes ainda neste mês e o plano é que trabalhem de forma mais integrada.

Ao falar sobre as medidas para evitar o aumento de roubos em São Paulo, Youssef disse que é preciso também fazer pressão para mudar o Estatuto da Criança e do Adolescente. “O menor hoje é 007, têm licença para matar. Ele não vai preso. Fica na Fundação Casa por um período e sai.”

 

Mudanças

Continua após a publicidade

A escolha mais difícil foi a do comandante-geral. Quatro coronéis estavam entre os candidatos ao cargo, inclusive uma mulher –Eliane Nikoluk.

Gambaroni fez a carreira no Grupamento de Radiopatrulha Aérea da PM (GRPAE), onde trabalhou por mais de vinte anos. Era um dos candidatos que contava com a simpatia do coronel Benedito Meira e do deputado estadual coronel Paulo Adriano Telhada (PSDB).

Youssef, como o novo delegado-geral é conhecido, chefiou a antiga Delegacia Antissequestro (hoje divisão) no começo dos anos 1990. Depois, assumiu delegacias seccionais e dirigiu três departamentos de polícia durante as gestões de José Serra (PSDB) e  Geraldo Alckmin  (PSDB).

O primeiro foi o Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic). Depois esteve a frente do Departamento de Polícia Judiciária da macro São Paulo (Demacro) e, desde 2013, chefiava o Departamento de Proteção à Cidadania (DPPC).

Confira as últimas notícias

Durante a entrevista coletiva nesta manhã, Moraes também afirmou que deve criar duas subsecretarias na Segurança Pública: a preventiva, mais ligada à PM, e a judiciária, atuando com a Polícia Civil.  

Alexandre de Moraes disse que um dos criminosos envolvidos em  roubo a um casal na rodovia dos Imigrantes, em São Vicente, já foi localizado (Com Estadão Conteúdo).

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da VejaSP, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da VejaSP, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Edições da VejaSP liberadas no App Veja de maneira imediata

a partir de R$ 12,90/mês