Continua após publicidade

5 endereços curiosos no Ipiranga

O Museu Paulista é o tesouro mais conhecido da região, mas não o único. Descubra outras joias locais

Por Da Redação
Atualizado em 1 jun 2017, 15h48 - Publicado em 12 dez 2016, 12h35

O Ipiranga, na Zona Sul da capital, é famoso por sua participação na independência do Brasil. Em seu perímetro, localizam-se a Casa do Grito, o riacho que leva o nome do bairro, os restos mortais do imperador D. Pedro I e obras de arte icônicas da história nacional. A região, no entanto, esconde outros endereços interessantes menos conhecidos pelos paulistanos. Confira cinco deles.

Museu Vicente de Azevedo

A história do filantropo José Vicente de Azevedo e a do Ipiranga estão intrinsecamente ligadas. Doze prédios tombados do bairro foram construídos e doados por ele à caridade. O Museu Vicente de Azevedo está em um desses edifícios, que entre 1896 e 2000 abrigou 2.000 órfãs. O primeiro impacto para o visitante é do lado de fora: as linhas do projeto arquitetônico assinado pelo escritório Ramos de Azevedo são emolduradas por um portão imperial majestoso. No tour guiado de cerca de 30 minutos, o visitante confere objetos, fotografias e documentos que contam a trajetória do personagem e de sua família. Segundo a exposição, José Vicente batalhou pela construção da Avenida Nazaré e pela chegada do bonde à região, inicialmente puxado por burro, e, a partir de 1903, movido pela eletricidade.

Biblioteca Roberto Santos

O Ipiranga é o único bairro de São Paulo com uma biblioteca municipal especializada em cinema. Desde 2008, os cinéfilos da região têm à disposição um acervo com mais de 1.200 livros sobre a sétima arte e uma filmoteca com cerca de 2.000 DVDs. Os filmes devem ser assistidos no local, em uma das oito cabines equipadas com fones de ouvido. Há documentários e títulos nacionais, estrangeiros, de ficção e infantis. Em novembro, a biblioteca reabriu sua sala de projeção de 68 lugares, que estava fechada para reforma. Em horários variados, as exibições são gratuitas. Confira a programação no site circuitospcine.com.br.

Instituto Confúcio

Eis um pedaço do extremo oriente na Zona Sul. Em uma parceria entre o Ministério da Educação chinês, a Unesp e a Universidade de Hubei, o Instituto Confúcio oferece aulas de mandarim ministradas por professores nativos (600 reais por semestre) e um seminário anual gratuito e aberto ao público sobre o ambiente de negócios no país. A biblioteca com mais de 2.000 títulos sobre cultura chinesa, em diversos idiomas, é aberta à comunidade para consulta local. De bônus, os frequentadores do instituto desfrutam de um dos imóveis tombados do distrito. Assinado por Ramos de Azevedo, o prédio foi construído em 1929 e abrigou o Antigo Juvenato Santíssimo Sacramento.

Continua após a publicidade

Memorial Santa Paulina

Primeira santa brasileira, madre Paulina viveu 30 anos no bairro. Em 2005, em homenagem aos 140 anos do nascimento dela, a Congregação das Irmãzinhas da Imaculada Conceição inaugurou em sua sede o Memorial Santa Paulina. Lá são exibidos objetos pessoais como terços, óculos, pedaços de hábitos, cama e o caixão no qual foi enterrada. Em uma visita guiada e gratuita, os visitantes também podem conferir o oratório onde ela rezava e um confessionário da época. Madre Paulina morreu em 1942, aos 77 anos, e foi canonizada em 2002 pelo Papa João Paulo II.

Chocolândia

Balas, confeitos, bolachas, bolos, todos os tipos de doces e, claro, chocolates, em barra, pó, tablete e bombom. Os corredores da Chocolândia são uma perdição para paulistanos com paladar de formiga. Fundada há trinta anos, a empresa gaba-se de ser a maior vendedora de chocolates do país: comercializou 3 milhões e 600 mil quilos da guloseima na Páscoa de 2012, seu recorde. Depois da matriz na Rua Silva Bueno, surgiram quatro filiais na capital e na Grande São Paulo. Além dos produtos, o local oferece mais de 400 cursos por mês, focados em “faça e venda”. Cupcakes, pães de mel e trufas são algumas receitas ensinadas em aulas a partir de 5 reais.

O novo condomínio do bairro

Todos esses lugares ficam próximos ao empreendimento que inaugura um novo jeito de morar no bairro. O Gafisa Square Ipiranga ocupará um quarteirão inteiro com apenas duas torres de 28 andares cada. Suas plantas de 84, 106 e 140 metros quadrados têm três e quatro dormitórios.

Continua após a publicidade
Gafisa Square Ipiranga
Gafisa Square Ipiranga ()

Lazer de clube, área verde e segurança são diferenciais do condomínio, que conta com mais de 20 opções de diversão para moradores de todas as idades. Entre os destaques estão pista de caminhada, três tipos de piscinas (coberta climatizada, descoberta e infantil), playground, quadra poliesportiva, cinema, sauna seca e pet care.

Saiba mais sobre o empreendimento aqui.

Leia também

Seis razões que fazem do Ipiranga um bom lugar para idosos e crianças

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.