Clique e assine por apenas 6,90/mês
Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.

“Sociedade não se colocou em pé”, afirma reitor sobre episódios racistas

José Vicente, da Zumbi dos Palmares, é um dos idealizadores de manifesto contra a discriminação racial em áreas como segurança, educação e trabalho

Por Humberto Abdo - Atualizado em 31 jul 2020, 02h32 - Publicado em 31 jul 2020, 06h00

Reitor da Universidade Zumbi dos Palmares, José Vicente, 60, é um dos idealizadores do Movimento AR, manifesto com dez metas criadas para combater a discriminação racial em áreas como segurança, educação e trabalho. Entre as medidas estão mudanças na abordagem policial, criação de bolsas de estudo e novas vagas de estágios e trainees para profissionais negros. “Para algumas propostas precisamos da participação do governo; para outras, do apoio das instituições sociais e corporações”, destaca. Segundo Vicente, o lançamento do projeto coincidiu com episódios recentes de racismo, como a morte de George Floyd nos EUA e a ação do policial que pisou no pescoço de uma mulher negra em São Paulo. “Depois disso, eu esperava uma inquietação maior no Brasil, e em nenhum momento a sociedade se colocou em pé como nos Estados Unidos”, critica. “Nem as instituições demonstraram interesse de mudança e readequação.”

+Assine a Vejinha a partir de 6,90

Publicado em VEJA SÃO PAULO de 5 de agosto de 2020, edição nº 2698.

+ ASSISTA A LORENÇATO EM CASA

Publicidade