Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.

Projeto de podcast e zines discute masculinidade negra no Dia do Orgulho LGBTQIA+

Okó: Maskulinidades Transatlânticas estreia temporada de performances artísticas em 28 de junho, Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+

Por Humberto Abdo Atualizado em 27 jun 2021, 14h46 - Publicado em 27 jun 2021, 14h42

Criado por Flip Couto com direção de Malu Avelar, o projeto Okó: Maskulinidades Transatlânticas estreia no dia 28 de junho, segunda, com performances artísticas a respeito da masculinidade. Em homenagem ao Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+, a iniciativa foi gravada em três terminais de ônibus de São Paulo e será exibida via Zoom.

No mesmo dia, serão lançados o Okó Zine e o primeiro episódio do Podcast Rádio Okó. Idealizado por Flip Couto, o projeto nasceu em 2018 e tomou forma após pesquisas de Flip sobre masculinidades.

Inspirado em elementos da cultura ballroom e do hip-hop, o trabalho reflete sobre sexualidades, raça e tabus.

Gravada nos terminais Jabaquara, Cachoeirinha e Lapa, a videoperformance será acompanhada pelo bate-papo em podcast com nomes como Neon Cunha, Viny Rodrigues e Formigão, além do lançamento do zine durante a performance.

Temporada de Okó: Maskulinidades Transatlânticas

De 28 de junho a 4 de julho
Segunda a domingo
Horário: 20h

Continua após a publicidade

Temas e episódios do podcast:

28/6 – Viny Rodrigues: Falocracia e as Falácias do Homem

5/7 – Pedro Guimarães: Poéticas de um Corpo Negro Bixa

12/7 – Formigão: Ser Sapatão Preto

19/7 – Caru de Paula: Trans masculinidades, Memória e Saúde mental

26/7 – Neon Cunha: Cissexismo e a Performance de Gênero

+Assine a Vejinha a partir de 8,90.

    • Continua após a publicidade
      Publicidade