Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Mãe provoca polêmica no Facebook ao aplicar castigo nos filhos

A mulher escolheu uma punição diferente para as crianças, que foram "desrespeitosas" com o motorista do ônibus escolar que as levava até o colégio

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 12 mar 2018, 18h58 - Publicado em 12 mar 2018, 17h49

O castigo adotado por uma mulher de Ontário, no Canadá, está dividindo opiniões na internet: a mãe escolheu uma punição diferente para os filhos, que foram “desrespeitosos” com o motorista do ônibus escolar. Por causa do mau comportamento, os meninos tiveram que caminhar sete quilômetros — a distância entre a casa da família e a escola — enfrentando frio intenso e carregando cartazes.

A criança mais velha levou um cartaz com a frase “por termos sido desrespeitosos com o nosso motorista de ônibus, a mamãe está nos fazendo caminhar”. A caminhada durou cerca de duas horas. “Meus meninos foram maus com o motorista e recebi uma ligação da escola. Então eu os fiz caminhar por sete quilômetros para mostrar como teriam se sentido se tivessem sido expulsos do ônibus“, disse a canadense à emissora CBC.

  • As imagens do castigo viralizaram no Facebook, onde dividiram opiniões. Para muitos, a atitude da mãe deve ser aplaudida. “Muito bem, mamãe! Esta é a forma certa de se criar os filhos!“, opinou um internauta. A mulher compartilhou os clique no Facebook, onde a história acumulou mais de 30 000 compartilhamentos antes de ser deletada da rede social.

    Fazer com que as crianças caminhassem até o colégio mostrou a “consequência lógica” do mau comportamento dos alunos e deve ser visto como um castigo razoável, defendeu Tina Gatt, da entidade Children’s Aid Society, ao Canadian Broadcasting Company. No entanto, a mulher acredita que humilhar as crianças no Facebook não foi construtivo: “Eu não quero julgar ou fingir que sei toda a situação que essa mãe enfrentou“, ela disse. “Mas é algo a ser considerado quando nós colocamos placas nas crianças e compartilhamos as imagens nas redes sociais“. A profissional acredita que “envergonhar crianças não motiva bom comportamento”.

    Dê sua opinião: E você, o que achou do castigo controverso? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa página no Facebook.

    Continua após a publicidade
    Publicidade