Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Klara Castanho desabafa sobre Carnaval em São Paulo no “Encontro”

"Eu fui de pochete e com cadeado na pochete", revelou a atriz em bate-papo com Fátima Bernardes nesta terça (20)

Por Redação VEJA São Paulo 20 fev 2018, 15h31

A atriz Klara Castanho esteve no Encontro desta terça (20) e falou sobre o medo da violência no Carnaval de São Paulo. A adolescente de 17 anos revela que foi ao bloquinhos com os amigos, mas foi surpreendida ao ver o descaso nas ruas da capital paulista: “Em São Paulo, eu fui com amigos meus para bloquinhos, e estava absurda a forma como as pessoas chegavam até lá, o número tão grande de pessoas, e o quanto a gente via de lixo no chão e, mais ainda, capinha de celular. A gente via muita capinha de celular. A gente não entendeu na hora…“, contou em bate-papo com Fátima Bernardes.

Lair Rennó, sem entender muito bem o que a atriz quis dizer, questionou por que as capinhas de celular estavam no chão. “Duas coisas que a gente pensou“, respondeu a atriz. “Ou roubaram e aí descartaram a capinha para que a pessoa não identificasse. Ou então a pessoa perdeu mesmo, porque na muvuca a gente estava perdendo tanta coisa!” — clique aqui para assistir.

  • Foi então que Klara revelou o medo da violência em São Paulo: “Eu fui de pochete e com cadeado na pochete. Estava todo mundo colocando coisa dentro dessa pochete porque a gente estava com muito medo de ser roubado“, revelou. “Tem um amigo que foi roubado no Carnaval passado, colocaram a mão no bolso dele na muvuca e levaram o celular. Então, realmente, as pessoas não pensam no outro. É ‘dane-se, eu estou me divertindo, eu estou fazendo o que eu ‘“, desabafou a atriz.

    Dê sua opinião: E você, o que achou do desabafo de Klara Castanho? Deixe seu comentário e aproveite para curtir a nossa fanpage no Facebook!

    Continua após a publicidade
    Publicidade