Clique e assine por apenas 6,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Jornalista do SBT tem suspeita de coronavírus

Homem voltou recentemente de Miami, nos Estados Unidos

Por Redação VEJA São Paulo - Atualizado em 2 mar 2020, 15h57 - Publicado em 2 mar 2020, 15h47

Um funcionário do SBT está com suspeita de ter contraído o novo coronavírus, segundo comunicado divulgado pela emissora nesta segunda-feira (2). O texto, publicado pelo jornalista Flávio Ricco, do Uol, afirma que ele está afastado até que saiam resultados de exames: ele é um jornalista que trabalha há doze anos na empresa.

O homem foi submetido a exames no Hospital Albert Einstein, e estava de férias em Miami, nos Estados Unidos. O nome do jornalista não foi divulgado. “Foi internado, teve alta e testes estão sendo feitos no [Instituto] Adolfo Lutz. Ele ficará isolado em casa. Os colegas devem ficar atentos a sinais de febre, tosse seca e dificuldade para respirar”, começa o comunicado do diretor de jornalismo José Occhiuso.

“Quem apresentar estes sintomas deve procurar um hospital e informar que teve contato com um paciente suspeito de ter contraído o novo coronavírus”, finaliza o texto. O estado de São Paulo conta, segundo último levantamento divulgado pela Secretaria de Saúde, com 136 casos suspeitos da doença.

Relembre: como é o ciclo de transmissão do coronavírus?

A transmissão do vírus, acreditam especialistas, se deu pelo consumo de carnes contaminadas de animais silvestres (como o morcego e a cobra) na China. O primeiro caso foi identificado em 31 de dezembro de 2019. A forma de contágio mais comum da doença é pelo ar, quando o infectado espirra ou tosse, e espalha o vírus. Os sintomas vão de febre e dificuldades respiratórias até insuficiência renal.

+ OUÇA O PODCAST Jornada da Calma

Continua após a publicidade
Publicidade