Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Gloria Perez critica escolha religiosa de Suzane Richthofen

Autora de 'A Força do Querer' comentou o desejo da presidiária em atuar como missionária evangélica. "Vai viver do crime cometido", escreveu

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 6 jul 2017, 14h59 - Publicado em 6 jul 2017, 14h58

No ar com a novela A Força do Querer, a autora Gloria Perez virou assunto ao opinar sobre as novidades do caso Suzane Richthofen. A novelista comentou a notícia de que a presidiária está se preparando para virar missionária evangélica. A informação foi divulgada em primeira mão por VEJA SÃO PAULO.

 

Ela e o noivo frequentam a Igreja do Evangelho Quadrangular em Itapetininga, no interior de São Paulo. Condenada a 39 anos de prisão, Suzanne se converteu ainda na cadeia e está dando os primeiros passos para se tornar ‘obreira’ na congregação. O processo leva entre dois e três anos e, por enquanto, ela se dedica a um curso via correspondência enquanto cumpre a pena.

“Outra que vai viver do crime cometido!”, criticou Gloria no Twitter. Seguidores interpretaram o tuíte como um desabafo sobre o assassinato de Daniela Perez. “Assim que li essa reportagem me lembrei de você e tinha certeza de que iria comentar. Realmente você não acredita na mudança?“, questionou um fã. A filha da autora foi morta em 1992 pelo colega de cena, o ator Guilherme de Pádua. Condenado a 19 anos de prisão, ele ficou somente 6 anos em regime fechado.

Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa página no Facebook.

Continua após a publicidade

Publicidade