Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Discussão provoca “saia justa” e divide opiniões no “Encontro”

"Ele foi condenado sem nenhum julgamento. Quer dizer, é como se fosse justiceiros", argumentou Fátima Bernardes sobre caso que aconteceu no ABC Paulista

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 13 jun 2017, 13h40 - Publicado em 13 jun 2017, 13h28

A polêmica envolvendo a dupla que tatuou a frase “eu sou ladrão e vacilão” na testa de um adolescente acusado de roubar a bicicleta de um rapaz parece não acabar — clique aqui para saber mais sobre o caso. Nesta terça (13), a apresentadora Fátima Bernardes discutiu o assunto com seus convidados durante o Encontro e um comentário do sertanejo Zé Neto chamou atenção nas redes sociais.

Ele disse que não cometeu. É um rapaz dependente químico, estava desaparecido, a família estava procurando por ele. Ele foi condenado sem nenhum julgamento. Quer dizer, é como se fossem justiceiros“, disse a apresentadora sobre o caso, passando a palavra aos convidados.

Há uma demanda por justiça e o que a gente percebe é que, quem faz esse discurso que quer mais justiça, alimenta esse tipo de justiçamento, é assustador“, argumentou a juíza Andréa Pachá sobre o caso — clique aqui para assistir à discussão.

Fátima Bernardes, então, continuou opinando sobre o caso: “Sabe o que eu acho? Eu acho que as pessoas acreditam que isso só vai acontecer com esse rapaz. Elas não imaginam que esse tipo de comportamento pode ser com a gente, com qualquer um que de repente cometa alguma coisa, aquela pessoa acha que não está certo e então…“, disse a apresentadora.

Mas foi a opinião do cantor sertanejo que acabou repercutindo com força nas redes sociais:

O que eu acho é que a população está tão cansada de certas impunidades que acabam… Lógico que não vem ao caso fazer uma barbaridade dessas, mas hoje em dia parece que a justiça dá mais moral para quem está fazendo o delito, para quem está cometendo um crime, do que para um próprio cidadão de bem“, argumentou o sertanejo Zé Neto.  

  • Eu entendo o que você está dizendo, mas o tatuador não é uma pessoa de bem, né? Uma pessoa que toma uma atitude dessas…“, acrescentou a apresentadora após ouvir os argumentos do músico. Na internet, a discussão no programa Encontro acabou chamando atenção e dividiu opiniões na internet. Confira a repercussão: 

    Continua após a publicidade

    Continua após a publicidade

    Continua após a publicidade

    Continua após a publicidade

    Continua após a publicidade

    Continua após a publicidade

    Continua após a publicidade

    Continua após a publicidade

    Continua após a publicidade

    Continua após a publicidade

    Continua após a publicidade

    Continua após a publicidade

    Continua após a publicidade

    Continua após a publicidade

    Continua após a publicidade

    Continua após a publicidade

    Continua após a publicidade

    Continua após a publicidade

    Continua após a publicidade

    Continua após a publicidade

    Continua após a publicidade

    Continua após a publicidade

    Continua após a publicidade

    Continua após a publicidade

    Continua após a publicidade

    Continua após a publicidade

    Dê sua opinião: E você, o que achou do Encontro que foi ao ar nesta terça (13)? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa página no Facebook!

    Continua após a publicidade
    Publicidade