Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Memória Por Blog Uma viagem no tempo às décadas passadas por meio de suas histórias, costumes e curiosidades.

Doze curiosidades sobre Rita Cadillac

Dos palcos do Chacrinha ao ringue de Glow

Por Roosevelt Garcia Atualizado em 21 ago 2017, 09h49 - Publicado em 21 ago 2017, 09h48

A chacrete mais famosa de todos os tempos ainda está em evidência. Rita Cadillac teve altos e baixos na vida, mas nunca foi esquecida por seu público. Dos programas animados de Chacrinha à participação com a amiga Gretchen em uma propaganda para a Netflix, muita coisa aconteceu. Relembre curiosidades sobre a vida da rainha do povo, a Musa do Carandiru.

 

  • Seu nome verdadeiro é Rita de Cássia Coutinho. O apelido Rita Cadillac homenageia uma cantora e dançarina francesa de cabaré dos anos 50, cujo nome original era Nicole Yasterbelsky.

    Nicole Yasterbelsky, a primeira Rita Cadillac Reprodução

 

  • Seu pai morreu quando ela tinha apenas 13 dias de vida, e a mãe a abandonou em seguida. Ela foi criada pela avó.

 

  • Ela se casou aos 15 anos de idade, com um homem dez anos mais velho. Ele a estuprou, ela engravidou e eles se separaram.

 

  • Ela foi garota de programa nos anos 70, por menos de um ano, para sustentar o filho.

    Rita nos anos 70 Reprodução

 

  • Em 1980 ela conheceu Gretchen, que já fazia sucessos com suas músicas rebolantes. Os produtores então a lançaram como uma “rival” de Gretchen, mas ambas acham isso engraçado e são amigas. Em 1986, ela gravou um disco na onda das “dançarinas cantoras”, e sua principal música de trabalho, É Bom Para o Moral, até hoje é lembrada pelos fãs.

    Rita nos tempos de Chacrete Reprodução

 

Continua após a publicidade
  • Ela teve um affair com Pelé quando ele jogava nos Estados Unidos, por insistência da amiga Rogéria, a famosa transformista

    Rita e Rogéria Reprodução

 

  • Rita fez diversos shows em presídios pelo Brasil, e distribuía bumbuns de chocolate aos detentos. Ela ficou conhecida como a Musa do Carandiru.

    Um dos muitos shows em presídios Reprodução

 

  • Beijar o seu bumbum se tornou uma espécie de tradição em seus shows. Sempre que se apresentava ao vivo, Rita parava no meio da música e oferecia seu maior atributo físico a alguém da plateia, que automaticamente já sabia o que deveria fazer: tascar-lhe um beijo!

    A tradição com a musa Reprodução

 

  • Em 2004 ela assinou um contrato com a produtora de filmes eróticos Brasileirinhas para fazer vinte cenas que poderiam ser usadas em diversos filmes. Acabaram saindo oito filmes com a estrela. Em entrevistas, ela diz que fez os filmes por necessidade financeira, mas que não se arrepende de ter feito.

    Capas de dois filmes estrelados por ela Reprodução

 

  • Um documentário sobre sua vida foi exibido nos cinemas em 2010 e participou de um festival de cinema brasileiro em Nova York

    Documentário biográfico Reprodução

 

  • Em 2013, ela foi convidada a participar de um capítulo da novela Amor à Vida, da Globo, mas isso não pôde acontecer porque ela estava escalada para ser uma integrante do reality show A Fazenda, da concorrente Record.

    Rita em A Fazenda Reprodução

 

  • Recentemente participou do programa Cem Mil Para Mudar do apresentador Gugu Liberato, na Record, e fez uma série de procedimentos cirúrgicos estéticos. Até pouco tempo, ela nunca tinha feito cirurgia plástica, segundo ela.

    Fotos usadas para a divulgação do programa Cem Mil Para Mudar Reprodução

 

  •  

    Continua após a publicidade
    Publicidade