Dirceu Alves Jr.

Na Plateia

Tudo sobre teatro

“Um Beijo em Franz Kafka”: o maior absurdo de um escritor

O dramaturgo Sérgio Roveri constrói a peça com base em um encontro fictício entre Max Brod e o autor de "A Metamorfose"

Triste, revoltado e tuberculoso. O checo Franz Kafka (1883-1924) vai ao encontro do seu melhor amigo, o também escritor Max Brod (1884-1968), poucos dias antes de ser internado no sanatório de Kierling, na Áustria. O autor de A Metamorfose reforça uma missão absurda confiada ao colega um tempo antes. Um baú repleto de originais, todos inéditos, deve ser queimado logo depois de sua morte, transformando em cinzas sua escrita e, se possível, sua memória.

O dramaturgo Sérgio Roveri criou essa situação como ponto de partida da peça Um Beijo em Franz Kafka, que ganha direção de Eduardo Figueiredo, com Maurício Machado e Anderson Di Rizzi na pele dos protagonistas. Por pouco o drama não patina no recurso fácil de idealizar um encontro entre celebridades. O diferencial se dá ao se promover uma reflexão em torno da persistência necessária para a realização artística, algo que Roveri explorou em outros três textos, Aberdeen, Um Possível Kurt Cobain, Tempos de Marilyn e Concerto para João, inspirado na biografia do maestro João Carlos Martins.

Figueiredo construiu uma encenação simbólica e reforça o caráter onírico de Kafka. A escolha da direção ameniza a complexidade do drama e torna mais palatável a figura dos escritores. Como Kafka, Machado é coerente na trilha pouco naturalista e sublinha a fragilidade do personagem. Di Rizzi, por sua vez, transforma Brod em um contraponto, o representante do público, ansioso para convencer o amigo a respeitar a própria arte. Participações do bailarino Alex Merino e do músico Ricardo Pesce (80min). 16 anos. Estreou em 20/10/2018.

+ Grande Auditório do Masp. Avenida Paulista, 1578. Sexta e sábado, 21h; domingo, 20h. R$ 50,00 (sex. e dom.) e R$ 60,00 (sáb.). Até 2 de dezembro.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s