Clique e assine por apenas 5,90/mês
Corrida Por Marcos Paulo Reis Dicas sobre corridas para praticantes do esporte, por Marcos Paulo Reis.

Como lidar com sentimento de “vazio” depois de uma maratona

A tristeza e o desânimo podem abater o corredor após a superação de um grande desafio

Por Marcos Paulo Reis - Atualizado em 6 jul 2017, 15h10 - Publicado em 6 jul 2017, 15h09

Tivemos recentemente duas importantes maratonas nacionais – Porto Alegre e Rio de Janeiro -, onde os corredores deram duro para estrear na distância ou bater seus recordes pessoais ou simplesmente concluir bem. Um desafio como esse exige preparação de alguns meses.

E muitos atletas praticamente “vivem” para esse objetivo: cumprem suas planilhas, cuidam da alimentação, reduzem os compromissos sociais. Daí vem a tão aguardada competição e, indo bem ou não, em seguida é comum aparecer um “vazio”. E agora, o que fazer depois da maratona?

A tristeza e o desânimo podem abater o corredor após a superação de um grande desafio. Mas a primeira coisa a fazer é descansar. Não é porque você completou bem os 42K e está se sentindo inteiro que deva partir para outro grande esforço logo em seguida. Não estou falando para tirar um mês de férias, mas uma semana off é mais do que recomendado. Depois, aos poucos, você vai voltando ao ritmo de treinos.

Para afastar o “vazio” pós-maratona, dentro das suas condições físicas e emocionais, você pode traçar novos planos. Sempre, claro, respeitando a recuperação do seu corpo. Dá para almejar metas tão emocionantes quanto a maratona.

Que tal focar em alcançar sua melhor marca nos 10K ou em uma meia maratona? O bom da corrida é que sempre existem possibilidades para se desafiar, seja buscando lugares diferentes, revezando a corrida de rua com a de montanha, aumentando as distâncias, buscando melhores tempos…

Mas não jogue toda sua energia em um desafio específico – procure sentir prazer pela corrida em si, como um todo, em todos os momentos. E lembre-se que sua vida não é só correr. Dê atenção a outros aspectos além do esporte. A atividade física deve ser uma das fontes de satisfação e alegria, mas não a única.

Continua após a publicidade
Publicidade