Clique e assine por apenas 5,90/mês
Blog do Lorençato Por Arnaldo Lorençato O editor sênior Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há 28 anos. De 1992 para cá, fez mais de 15 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie

Restaurante do chef Salvatore Loi é inaugurado

Depois de alguns de testes, o chef Salvatore Loi abre nesta noite (17) o restaurante com seu nome. A nova casa surge no mesmo ponto onde antes era o extinto Meating Bistrot à Viande, que tinha com bons grelhados de Alain Poletto, mas de vida breve. Do inquilino anterior, nada restou. + A volta por cima do chef […]

Por Arnaldo Lorençato - Atualizado em 26 fev 2017, 11h54 - Publicado em 17 Maio 2016, 12h40
Loi: na fachada discreta do novo restaurante (Fotos: Arnaldo Lorençato)

Loi: na fachada discreta do novo restaurante (Fotos: Arnaldo Lorençato)

Depois de alguns de testes, o chef Salvatore Loi abre nesta noite (17) o restaurante com seu nome. A nova casa surge no mesmo ponto onde antes era o extinto Meating Bistrot à Viande, que tinha com bons grelhados de Alain Poletto, mas de vida breve. Do inquilino anterior, nada restou.

+ A volta por cima do chef Salvatore Loi

No Loi Salvatore, o cardápio tem 75% de pratos inéditos. “O restante é composto de receitas minhas criadas em outras épocas”, explica. Dos antigos pratos, o cozinheiro destaca a lasanha com trufa fresca que vem agora com um ragu de vitelo, a pappardella recheada de ossobuco e o ravióli à carbonara.

Loi com o subchef Luiz Filipe: antiga parceria

Loi com o subchef Luiz Filipe: antiga parceria

Entre as novidades do menu, haverá uma seção intitulada de risolios, os risotos feitos com azeite no lugar da manteiga  O cozinheiro acredita que se tornarão atrações do cardápio. Um deles é preparado com tinta de lula e vem com o molusco dourado por cima. Outro, leva água de tomate e pancetta italiana.

+ Paulo Barros deixa o Grupo Egeu

Na linha clássica de risoto, o chef faz sua versão à rossini (sim, o mesmo compositor italiano que em Paris sugeriu a criação dos turnedôs com foie gras e trufas negras). Nessa receita de arroz entram foie gras, língua de vitelo e prosecco. Há também um javali porchettato com recheio de lardo e cogumelo porcini (o menu completo você confere abaixo). Ao falar do cardápio, Loi, que trabalha ao lado do fiel escudeiro, o subchef Luiz Filipe Souza, tem especial entusiasmo em descrever o peito de pato ao molho de morango e foie gras. Como se nota, o foie gras está em várias sugestões.

Loi: cozinha à vista dos clientes

Loi: cozinha à vista dos clientes

Comer no Loi Salvatore não sai barato. O tíquete médio deve ficar em torno de 250 reais, nos cálculos do chef. Também não existe menu degustação, embora o chef não se incomode que os clientes peçam vários pratos para dividir e assim vão montando a própria seleção. Basta pedir ao maître.

Continua após a publicidade

+ Dois novos restaurantes de Salvatore Loi, um deles com Paulo Barros

Para ocupar um dos 80 lugares, recomenda-se que se façam reservas para almoço até 13h e jantar até 20h30. Há ainda uma área privada para 10 pessoas no piso superior, mas que ainda está em fase de acabamento, assim como a adega.

Novo salão: ornamentação clean e flores frescas sobre as mesas

Novo salão: ornamentação clean e flores frescas sobre as mesas

Para montar o restaurante, Loi e o sócio-administrador Leo Marigo calculam ter feito um investimento de 2,5 milhões — o núcleo de sócios investidores da casa é centralizado por Guilherme Vilazante. “Esperamos recuperar o valor em um ano, no máximo um ano e meio”, projeta Marigo.

Carpaccio de camarão com fregula no caldo de ovelha: entrada a 64 reais

Carpaccio de camarão com fregula no caldo de ovelha: entrada a 64 reais

Além do imóvel do ocupado pelo restaurante, Loi alugou uma casa vizinha onde fica parte de sua cozinha de produção. Ali também será sede de uma novidade, a Salvatore Loi Rotisseria. Nessa pequena loja, o chef venderá apenas itens produzidos lá mesmo, como molhos, caldos, massas e antepastos.

A conferir.

Confira o menu e a carta de vinhos.

Loi Salvatore
Rua Joaquim Antunes, 102, Jardim Paulistano, tel. 3062-1160.
12h às 15h e das 19h à 0h (seg. a qui.; sex. até 1h; sáb. almoço até 16h e jantar até 1h; dom. almoço até 17h e jantar até 22h30).

+ Minha avaliação dos restaurantes dos MasterJurados

Caderno de receitas:
+ Il vero fettuccine Alfredo di Roma
+ Tiramisu original. É  bico!
+ Cheesecake de Nutella, do Gardênia
+ Petit gâteau, do chef Erick Jacquin

Obrigado pela visita. Aproveite para deixar seu comentário, sempre bem-vindo, e curtir a minha página no Facebook. Também é possível saber as novidades pelo Twitter.

Continua após a publicidade
Publicidade