Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Blog do Lorençato Por Arnaldo Lorençato O editor sênior Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há 28 anos. De 1992 para cá, fez mais de 15 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie

A despedida do Lá da Venda

Saiba quando o misto de restaurante, café e empório de Heloísa Bacellar, na Vila Madalena, encerra suas atividades

Por Arnaldo Lorençato Atualizado em 3 mar 2021, 16h59 - Publicado em 3 mar 2021, 10h00

Conheci Heloísa Bacellar, a Helô, duas décadas atrás. Era uma advogada apaixonada por gastronomia, que havia morado na França com o marido, o historiador Carlos Bacellar. Falava um francês impecável e era ligeirinha na função de intérprete. Por isso, meu colega Josimar Melo, que organizava um evento incrível chamado Boa Mesa, a convidou para traduzir aulas de chefs-estrelas como Alain Passard.

Depois, foi sócia-fundadora da extinta escola de culinária Atelier Gourmand. Helô ainda estava longe de se revelar a grande cozinheira que abriu o charmoso Lá da Venda em dezembro de 2009. Em pouco mais de uma década, a excelência do misto de restaurante, café e empório caipira foi pluralmente reconhecida por VEJA SÃO PAULO COMER & BEBER.

Com a extraordinária receita de pão de queijo da Serra da Canastra – ela foi precursora em usar o nobre ingrediente mineiro na cidade – faturou o prêmio de melhor salgado em 2010. Repetiu o feito em 2011 e 2017. Ficou ainda com o honroso terceiro lugar em 2013 entre os melhores bolos caseiros. A única vez que o prêmio de quituteira do ano foi atribuído, em 2017, Helô brilhou no lugar mais alto do pódio.

Lá da Venda ambiente
O ambiente repleto de objetos à venda: aberto no fim de 2009 Rafael Guimaraes/Veja SP

Embora tenha lutado para que o Lá da Venda permanecesse vivo, ele não resistirá aos efeitos da pandemia. Funciona somente até esta sexta (5), de forma presencial, e até o dia 18 para delivery de pão de queijo e pratos congelados. Um ponto final e uma contabilidade triste. A chef-empresária chegou a ter 38 funcionários, divididos entre a matriz da Vila Madalena, o quiosque no Shopping JK Iguatemi e a loja de fábrica na Barra Funda. Restavam dez na unidade pioneira, que chegou a ter dezenove.

“Estou com o coração dilacerado”, lamenta. Felizmente, o Lá da Venda não desaparece por completo. De alguma forma permanece firme e forte no site Na Cozinha da Helô, que ela toca ao lado da filha, Ana. Também será reativado o canal no YouTube.

Continua após a publicidade

Lá da Venda
Rua Harmonia, 161, Vila Madalena, tel. 3037-7702. 

Assine a Vejinha a partir de 6,90 mensais

Valeu pela visita! Para me seguir nas redes sociais, é só clicar em:
Facebook: Arnaldo Lorençato

Instagram: @alorencato
Twitter: @alorencato

Para enviar um email, escreva para arnaldo.lorencato@abril.com.br

Caderno de receitas:
+ Fettuccine alfredo como se faz em Roma 

  • Continua após a publicidade
    Publicidade