Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Blog do Lorençato Por Arnaldo Lorençato O editor sênior Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há 29 anos. De 1992 para cá, fez mais de 15 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie

5 restaurantes para comer com até 50 reais

Parece conta de mentiroso. Afinal, tudo está pela hora da morte nesses tempos de inflação. Foi pensando na sua e na minha carteira, que selecionei cinco endereços onde se gastam 50 reais por pessoa. Claro desde que se use o bom senso. + La Guapa, empanaderia de Paola Carosella 1 No topo da lista, aparece […]

Por Arnaldo Lorençato Atualizado em 26 fev 2017, 13h32 - Publicado em 1 abr 2016, 19h20
Peixe do dia com camaráo enrolado na massa filo sobre purê de cenouro: prato do Petí Gastronomia

Peixe do dia com camarão enrolado na massa filo sobre purê de cenoura: prato do Petí Gastronomia

Parece conta de mentiroso. Afinal, tudo está pela hora da morte nesses tempos de inflação. Foi pensando na sua e na minha carteira, que selecionei cinco endereços onde se gastam 50 reais por pessoa. Claro desde que se use o bom senso.

+ La Guapa, empanaderia de Paola Carosella

1

No topo da lista, aparece o Petí Gastronomia, que levou o título de bom e barato na edição VEJA COMER & BEBER, lançada em outubro do ano passado. Onde mais comer um cardápio com pinta de refeição contemporânea por apenas 38,50 reais? Não estou falando aqui de prato principal apenas. No Petí esse preço inclui entrada e sobremesa. Os pratos demoram a se repetir. Claro, que você pode enfiar o pé na jaca e abrir uma garrafa de vinho. Ou levar de casa, já que o chef Victor Dimitrow não cobra pela rolha no pequeno restaurante atrás de uma loja de artigos para pintura artística em Perdizes.

(Foto: divulgação)

Dadinhos de tapioca, no Mocotó: 20,90 reais a porção (Foto: divulgação)

2

Se você não estiver na Zona Norte, vale muuuito a pena cruzar a cidade para ir até o Mocotó. Com pinta de boteco , o restaurante de culinária do sertão nordestino, na Vila Medeiros, tem os melhores torresmos da cidade (13,90 reais a porção) e deliciosos dadinhos de tapioca (20,90 reais a porção), inventados pelo chef Rodrigo Oliveira. Os pratos são para partilhar, como o atolado de bode, um cozido de cordeiro com mandioca (46,90 reais). Só tome cuidado com o número de ótimas caipirinhas. Ele pode significar um déficit alto na conta.

Tortilha de batata: no cardápio do Maripili (Foto: Mario Rodrigues)

Tortilha de batata: no cardápio do Maripili (Foto: Mario Rodrigues)

3

Uma das esquinas mais concorridas da Chácara Santo Antônio tem nome espanhol. É o Maripili. Não faltam clássicos feitos no capricho como a tortilha de batata (8 reais), aquela omelete alta, como eu comia na minha casa. O gaspacho, a sopa de tomate com um bom toque ácido refresca a goela (8 reais). Se quiser investir num prato principal, o solomillo é o nome dado ao filé-mignon ao molho de mostarda (39 reais) à moda ibérica.

Continua após a publicidade
Ceviche clássico, do La Peruana Cevichería: R$

Ceviche clássico, do La Peruana Cevichería: 25 reais

4

Nesse mix, não poderia faltar comida peruana. Dona do melhor food truck da cidade, o La Peruana (que parou de circular pelas ruas da capital em janeiro), a chef Marisabel Woodman, montou um restaurante nos Jardins como o mesmo nome. Desde que abriu as portas, vive entupido de gente. Nem pense em pular o ceviche clássico (pescada-branca no leite de tigre, caldo de limão, temperos e pimenta com milho e purê de batata-doce; 25 reais) e o trio de causas (batata amassada na forma de bolinhos frios cobertos por polvo, frango e peixe: 23 reais). Melhor ir em dupla para partilhar muitas porções.

Pedida fixa: bife ancho com batata frita e salada verde

Pedida fixa: bife ancho com batata frita e salada verde, por 38 reais

5

Manja o PF, famoso prato feito, por favor? As chefs Carla Pernambuco e Carolina Brandão resolveram revisar o clássico, que virou atração do Clementina Forno & Fogão, em Pinheiros. O bife fininho com manteiga de cogumelo na companhia de fritas (daquelas congeladas), é prova disso. Mais entrada e um docinho, sai por 38 reais. No final, ataque o sorvetão de leite ninho, que deixa a gente com paladar de bebezão e um gostinho ótimo na boca.

 

Caderno de receitas:
+ Dadinhos de tapioca, do Mocotó
+ Il vero fettuccine Alfredo di Roma
+ Petit gâteau, do chef Erick Jacquin

Obrigado pela visita. Aproveite para deixar seu comentário, sempre bem-vindo, e curtir a minha página no Facebook. Também é possível saber as novidades pelo Twitter.

 

Continua após a publicidade
Publicidade