Roteiro

Veja São Paulo Recomenda

Programas culturais e gastronômicos para aquecer a sua semana

Por: Veja São Paulo

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Os críticos de VEJA SÃO PAULO recomendam os melhores programas da semana:

 

  • Já uma tradição na cidade, o evento ficará nas telas do Espaço Itaú Augusta, Caixa Belas Artes, CineArte, Cinesala, Kinoplex Itaim, Frei Caneca, Bourbon e Villa-Lobos até 22 de junho. São quinze longas-metragens da recente safra francesa, incluindo títulos premiados, a exemplo de Meu Rei, que deu a Emmanuelle Bercot o prêmio de melhor atriz no Festival de Cannes 2015. Além das novidades, há a reprise (sempre bem-vinda) do clássico romântico Um Homem, uma Mulher, de 1966, estrelado por Anouk Aimée e Jean-Louis Trintignant e dirigido por Claude Lelouch; uma retrospectiva dedicada ao ator Roschdy Zem (Um Herói do Nosso Tempo), francês de origem marroquina, e uma homenagem ao diretor Philippe Le Guay (Pedalando com Molière). Embora os filmes já tenham distribuição garantida no Brasil, esta é uma boa oportunidade de ver em pré-estreia os novos trabalhos de astros como Fabrice Luchini, Jean Dujardin, Julie Delpy e Vincent Cassel. Revelado no sucesso Intocáveis, Omar Sy protagoniza a comédia dramática Chocolate. Trata-se da trajetória de Chocolat, o primeiro artista circense negro na França da belle époque. De 8 a 22/6/2016.
    Saiba mais
  • Na cena final, a atriz Melissa Vettore, como a bailarina Isadora Duncan (1877-1927), evoca a cantora Elza Soares em uma citação à música A Mulher do Fim do Mundo. “Eu sou a mulher do fim do mundo, eu vou dançar, me deixem dançar até o fim”, diz ela, substituindo o verbo “cantar” original. A conexão se justifica pela linha adotada pelo diretor Elias Andreato, colaborador da dramaturgia concebida por Melissa, no desenho da montagem. Isadora, assim como Elza, surge como uma mulher libertária, sofrida desde a infância e que teve o talento reconhecido por explorar a intuição, permitindo que a emoção se sobreponha à técnica. A trama foca o ícone em uma fase decadente. De volta à França, depois de um período na Rússia, Isadora é procurada por um editor (Daniel Dantas) interessado em publicar suas memórias. Os dois estabelecem um jogo de provocações. A protagonista traz à tona a relação com os irmãos (Patricia Gasppar e Roberto Alencar), a busca pelo sucesso e a vida amorosa. O uso da entrevista como elemento narrativo não é original. Mas a energia do elenco, especialmente a de Melissa, emotiva na sua composição conquista a plateia, que também se surpreende com a encenação concebida por Andreato. Disposto a criar imagens, o diretor se apoiou no cenário de Marco Lima e nas projeções para complementar a biografia. O pianista Jonatan Harold executa a trilha ao vivo. Estreou em 20/5/2016. Até 27/11/2016.
    Saiba mais
  • Latina / Salsa / Mambo

    Barbatuquices
    VejaSP
    Sem avaliação
    De um palco tomado por fumaça surgem seis integrantes da colorida trupe Barbatuques. Especialistas em percussão corporal, os artistas convidam adultos e crianças a participar de um misto de show e aula. De início, rola certa timidez na interação. Mas, ao ouvir faixas como Samba Lelê e Mãos à Obra e Pé na Tábua, fica difícil não se deixar levar pelo entusiasmo de descobrir como extrair sons das mãos, da bochecha, da barriga... Finalistas do Prêmio da Música Brasileira 2016 na categoria grupo instrumental, eles fazem parecer até fácil misturar ritmo e coordenação motora. Um programão para desenvolver a aptidão musical das crianças a partir dos 2 anos. Até 3/7/2016.
    Saiba mais
  • Japoneses

    JoJo Ramen

    Rua Doutor Rafael de Barros, 262, Paraíso

    Tel: (11) 3262 1654

    VejaSP
    1 avaliação

    Que sushi que nada! Esse é o ano do lámen em São Paulo. O macarrão japonês está em alta em bares e restaurantes. Nessa casa aberta pela empresária Simone Xirata, a receita é levada a sério. Tanto que a massa é de fabricação própria, sob a consultoria de Takeshi Koitani, dono de dois restaurantes da especialidade na região de Tóquio. O kara tsukemen (R$ 37,00) é um macarrão mais grosso servido separado do caldo apimentado para ser misturado pelo cliente. Na linha clássica, há as versões shio (sal) ou shoyu (molho de soja) no estilo jojo, ou seja, incrementadas por carne de porco, ovo cozido, alga, cebolinha e broto de bambu. Cada uma delas sai a R$ 32,00.

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais

Fonte: VEJA SÃO PAULO