Internet

Aprenda a se proteger das ameaças on-line

Especialistas ensinam 20 dicas para não ser vítima de criminosos da web

Por: Catarina Cicarelli - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Na última terça (21), o Facebook sofreu seu primeiro ataque com worms produzidos no Brasil. Para quem não está familiarizado com o tema, dois exemplos desse tipo de praga são mensagens em nome de algum amigo informando que há fotos suas constrangedoras pela internet ou e-mails alarmantes dando conta de que as fotos em anexo mostram que você está sendo traído?

+ Golpes na internet

+ Crimes virtuais: aumento do número de inquéritos

+ Sites de namoro: paquera com endereço certo

As redes sociais estão na mira de ameaças do gênero no país desde 2005, mas até então as maiores ocorrênciais aconteciam com usuários do Orkut. Agora, o alvo ao que parece mudou. Notificado sobre o problema, o Facebook bloqueou o link malicioso e o número de computadores infectados não foi grande.

O worm é apenas uma das muitas ameaças que enfrentamos ao usar a internet. Os piratas da web estão sempre à espreita para atacar e é preciso tomar certos cuidados.

O problema mais comum é o vírus, chamados pelos especialistas de malwares. Eles são arquivos que causam algum dano no computador ou permitem ações maliciosas. “Até o final de 2011, devemos ter uma base de 75 milhões de malwares detectados”, aponta Sérgio Oliveira, gerente da área de consumidores da sede brasileira da McAfee, que desenvolve antivírus e soluções de segurança.

Com esse número preocupante de armadilhas rondando nosso cotidiano, é preciso tomar precauções. Confira na aqui algumas dicas de especialistas para não cair em nenhum golpe.

Fonte: VEJA SÃO PAULO