Recesso

Saiba quais locais badalados têm menos fila de espera neste fim de ano

Paulistanos podem aproveitar a semana entre feriados para visitar museus, restaurantes e bares sempre lotados  

Por: Veja São Paulo

Frida Kahlo
Mostra de Frida Kahlo no Instituto Tomie Ohtake tem apenas vinte minutos de fila nesse final de ano (Foto: Courtesy the Guelman Collection_©2015 Banco de México Diego Rivera & Frida Kahlo Museums)

Ficar em São Paulo no final do ano pode ser uma boa oportunidade para visitar locais que, normalmente, tem filas homéricas. Veja abaixo opções de museus, restaurantes e bares que valem a visita nesse final de ano, antes que as filas de espera voltem a aumentar:

+ Veja quais mostras estão em cartaz na cidade

Em frente ao Instituto Tomie Ohtake a aglomeração para visitar a concorrida mostra de Frida Kahlo já diminuiu. Em cartaz desde setembro, a atração tem agora ingressos vendidos pela internet com hora marcada: nas últimas semanas, os visitantes esperam no máximo vinte minutos para ver as pinturas da mexicana, em cartaz até o dia 10 de janeiro. Preste atenção: a institutição estará fechada na próxima quinta (31) e sexta (1).

+ Saiba tudo sobre a mostra de Frida Kahlo

Masp
Os cavaletes de vidro são a mais nova atração cultural da cidade (Foto: Tomás Arthuzzi)

No Masp, a volta dos cavaletes de vidro para o segundo andar do espaço significou filas nos primeiros dias da mostra Acervo em Transformação. Durante essa semana, porém, quem der uma passada por lá consegue subir direto para a mostra e se deliciar com obras dos mestres da pintura mundial. Na quinta (31) e sexta (1) este museu também estará fechado por conta do feriado.

+ Em sua nova fase, Masp traz de volta os cavaletes de vidro

virada à paulista bar da dona onça
Bar da Dona Onça tem menos fila entre segunda (28) e quinta (31) (Foto: Rogério Gomes)

Sabe aqueles restaurantes que todos os seus amigos já foram menos você? Essa é a hora de aproveitar para tirar isso da frente e curtir boas experiências gastronômicas. Locais como o Bar da Dona Onça, o Veloso e o Mocotó, que são famosos pelas receitas brasileiras - e pelas filas de espera - continuam lotados como sempre nos finais de semana. A dica é ir na terça (29) ou quarta (30) quando as filas ficam mais enxutas, e pedir uma caipirinha para acompanhar a média de quarenta minutos de espera. O Bar da Dona Onça abre até às 17h da quinta (31) e pode ser uma boa opção para quem deseja começar as comemorações do reveillon na hora do almoço.

A Casa do Porco Bar
Na última semana do ano, a fila para comer o famoso Porco de sanzé, na Casa do Porco, é de 45 minutos (Foto: Ricardo D'Angelo)

A novíssima Casa Do Porco, que oferece um cardápio de maravilhosos preparos da carne suína, tem normalmente uma hora e meia de espera. Nos últimos dias a fila caiu pela metade e o tempo médio para conseguir uma mesa é de 45 minutos. Na última semana do ano, a casa tem funcionamento alternativo na quinta (31) - recebe pedidos até às 17h30 - e fecha na sexta (1). Uma ótima dica é chegar no restaurante a partir das 15h, quando a primeira leva de esfomeados já pagou a conta.

 

 

 

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO