Passeios

Roteiro temático: São Paulo para músicos

Dez programas para quem curte um bom som

Por: Anna Carolina Oliveira - Atualizado em

The Orleans 2202
O cantor Tony Gordon em ação e os ambientes: fotos nas paredes (Foto: Fernando Moraes)

Para escutar jazz, o bar The Orleans. Para dançar rockabilly, The Clock Rock Bar. Para comprar uma guitarra ou amplificador, a loja Headstock Music. Neste estabelecimento localizado na Rua Teodoro Sampaio, aliás, é possível encontrar algumas raridades, como uma guitarra Snake, dos anos 60, e um baixo Rickenbacker, modelo 4001, de 1978.

+ 100 programas temáticos em São Paulo

Veja outros programas para os fãs da boa música:

  • Bares variados

    All of Jazz

    Rua João Cachoeira, 1366, Vila Olímpia

    Tel: (11) 3849 1345

    VejaSP
    4 avaliações

    É um clube de jazz tocado com afinco por Antônio Augusto Deleuse, um apaixonado por esse estilo de música. Combos em diferentes formações, alguns acompanhados por cantores, apresentam-se todas as noites — à exceção dos domingos, quando a casa não abre. Os shows de qualidade fazem o público relevar o desconforto pela proximidade das mesas. Como falta cuidado também no preparo de drinques, é melhor ficar com uma dose de uísque 12 anos (Chivas, R$ 29,00). A porção de salgadinhos que vem junto é cortesia.

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Bares variados

    Bourbon Street

    Rua dos Chanés, 127, Moema

    Tel: (11) 5095 6100

    VejaSP
    4 avaliações

    Ano após ano, o longevo endereço continua a apresentar uma programação musical de altíssima qualidade. Seja no palco principal, pelo qual já passaram lendas como B.B. King, seja com apresentações menores sob a escada que leva ao mezanino, toda noite tem show. Uma plateia mais madura costuma lotar as mesinhas e investe no chope Stella Artois (R$ 10,50), bem como nos destilados em copo alto (a dose do uísque irlandês Jameson sai por R$ 22,00). Da cozinha, uma pedida mais segura é o pratinho de queijos com uvas, castanhas, frutas secas e pães (R$ 73,00). Afnal, o forte do cardápio é a música.

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Lojas de instrumentos musicais

    Headstock Music

    Rua Teodoro Sampaio, 763, Pinheiros

    Tel: (11) 2306 1798

    Sem avaliação
  • Lojas especializadas

    Galeria do Rock

    Rua Vinte E Quatro De Maio, 62, República

    7 avaliações

    No fim da década de 70, diversas lojas de disco começaram a se instalar no edifício ondulado, projetado pelo arquiteto Alfredo Mathias, e a atrair um público interessado no estilo musical que emprestou o nome ao centro comercial. Hoje, 450 estabelecimentos, entre estúdios de piercing e tatuagem, salões de beleza e butiques de roupas, vinis e CDs, disputam a atenção dos visitantes. Uma das paradas mais tradicionais é a Baratos Afins, no 2º andar.

    Saiba mais
  • Museus

    Museu da Voz

    Praça Benedito Calixto, s/n, Pinheiros

    Tel: (11) 5181 2259

    Sem avaliação
  • Estilos variados

    Studio SP

    Rua Augusta, 591, Consolação

    2 avaliações
  • Bares variados

    The Clock Rock Bar

    Rua Turiaçu, 806, Perdizes

    Tel: (11) 3672 0845

    13 avaliações

    A casa reúne fãs de rockabilly. No palco, bandas põem para dançar meninas de saia rodada e meninos topetudos. Um dos hambúrgueres, o star burger traz um bife de 150 gramas coberto com queijo prato, bacon, cebola caramelada e molho de mostarda com mel.

    Saiba mais
  • Bares variados

    The Orleans

    Rua Girassol, 398, Pinheiros

    Tel: (11) 3031 1780

    8 avaliações

    A casa faz do quarteto blues, jazz, MPB e rock seu chamariz. Cervejas, entre elas a Bohemia Escura, fazem dupla com o espetinho de filé-mignon, intercalado com tomate, cebola e bacon.

    Saiba mais
  • Tom Jazz

    Avenida Angélica, 2331, Santa Cecília

    Tel: (11) 3255 0084

    3 avaliações
  • Country / Sertanejo

    Villa Country

    Avenida Francisco Matarazzo, 774, Água Branca

    Tel: (11) 3868 5858

    9 avaliações

    É tarefa difícil encontrar uma boate na cidade que se compare à grandeza do Villa Country, reduto de fãs dos gêneros country e sertanejo. São 12.000 metros quadrados, que abrigam um lounge, um restaurante (aberto a partir das 20h) e duas pistas — uma reservada para grandes shows, no estilo dos saloons, e outra que reproduz uma praça para apresentações acústicas mais intimistas. Quando o convidado se mostra muito requisitado abre-se outro ambiente, onde cabem até 5.000 baladeiros. Durante as madrugadas de sexta e sábado, professores ensinam gratuitamente dancinhas típicas, executadas em sincronia pelos frequentadores mais assíduos. Chapéu, botas e camisa xadrez não são obrigatórios, mas vestem boa parte do pessoal.

    Saiba mais

Fonte: VEJA SÃO PAULO