Consumo

Ri Happy terá loja-conceito na Avenida Paulista

Flagship da rede ocupa área de 1 000 metros quadrados no Shopping Cidade São Paulo. Inauguração oficial está marcada para sábado (19)

Por: Sophia Braun - Atualizado em

Ri Happy - loja-conceito - Lego
Loja-conceito da Ri Happy: espaço dedicado à Lego (Foto: Veja São Paulo)

A poucas semanas do Dia das Crianças, a Ri Happy inaugura oficialmente neste sábado (19) uma flagship na Avenida Paulista. O espaço de 1 000 metros quadrados no Shopping Cidade São Paulo terá áreas exclusivas de marcas como Disney, Lego e Hasbro. 

+ Ri Happy instala caixa de presente gigante em parque da cidade

Segundo o presidente do grupo, Héctor Núñez, o estabelecimento privilegiará a interatividade com o público. Para criar o projeto, iniciado dois anos atrás, a empresa se inspirou em lojas como a americana F.A.O. Schwarz, fechada em julho. Mais do que vender brinquedos, este ícone de Nova York oferecia uma "experiência mágica", como definiam muitos clientes. Sua principal atração, o grande piano tocado com os pés foi eternizado pela cena do filme Quero Ser Grande, de 1988, em que Tom Hanks brinca sobre as teclas.

+ Le Creuset abre primeira loja própria em São Paulo

A loja-conceito da Ri Happy não terá um teclado no chão, mas a garotada poderá jogar dados em um tabuleiro gigante (que lembra uma amarelinha), tirar fotos dentro de uma carruagem e ter a imagem projetada em uma tela com o sabre de luz da saga Star Wars nas mãos. "O objetivo é resgatar o brincar e proporcionar uma experiência lúdica", diz Núñez. A companhia investiu cerca de 6 milhões de reais na empreitada. 

Ri Happy - loja-conceito no Shopping Cidade São Paulo
Decoração cenográfica: gôndolas em formato de barco (Foto: Divulgação)

Outra aposta do grupo é a decoração cenográfica. Haverá referências a São Paulo espalhadas por toda a área. Logo na entrada, uma plataforma de trem pintada na parede remete à Estação da Luz. Estandes com o formato de vagões serão usados para demonstração de brinquedos, de drone a kit para fazer bolas de sabão. Também haverá uma reprodução do Museu de Arte de São Paulo (Masp) feita de Lego.

+ 21 programas que toda criança paulistana precisa fazer

A seção de itens radicais é caracterizada por um grande barco e seu mastro. Já a parte pensada para agradar às meninas lembra uma casinha de bonecas. Atrás das portas e janelinhas, prateleiras recheadas de Barbie e Monster High e bichinhos da Sylvanian Family. 

Na fachada, no lugar da vitrine, haverá telas transmitindo conteúdos infantis.

Ri Happy - loja-conceito no Shopping Cidade São Paulo
Espaço Disney: produtos temáticos de princesas (Foto: Veja São Paulo)

De acordo com a empresa, a oferta de produtos será a maior da rede, com 7 000 itens. Muitos deles estarão espalhados pelas chamadas "store in store" (algo como "loja dentro da loja").

A Disney, por exemplo, ocupará cerca de 15% do espaço e reunirá, entre outros produtos, sucessos da animação Frozen. Ali, as crianças poderão escolher trailers e curta-metragens em um tablet e assistir aos desenhos em uma grande tela. Já na seção da Marvel, a brincadeira é testar a força desafiando o personagem Hulk. 

As pecinhas de montar da Lego serão distribuidas por 60 metros quadrados. As bonecas Our Generation e a linha Ri Happy Baby também terão espaços próprios. Apenas neste novo endereço serão vendidos bonecos colecionáveis de filmes como Guardiões da Galáxia e Vingadores. Os preços ficarão entre 200 reais e 2 500 reais.

+ Horários exclusivos para adultos do Mar de Bolinhas são ampliados

A Ri Happy soma 156 unidades próprias e nove franquias, divididas por 79 cidades. Apesar da crise econômica, Núñez está otimista em relação às vendas para o Dia das Crianças. "A expectativa é crescer 8% sobre o mesmo período de 2014", aposta. O faturamento não foi revelado. Segundo ele, a empresa contratou cerca de 3 000 funcionários temporários para dar conta da demanda maior nas lojas da rede.

Nesta quarta (16), VEJA SÃO PAULO visitou com exclusividade o interior da nova loja. Para acompanhar a transmissão, basta baixar o aplicativo Periscope e seguir @VEJASP.

Fonte: VEJA SÃO PAULO