Entretenimento

Original: o melhor chope

Por: Fabio Wright - Atualizado em

Chope
(Foto: Veja São Paulo)

É raro ver alguém bebericando uma caipirinha, uma taça de vinho ou uma dose de uísque. Quem vai ao Original dificilmente consegue resistir ao magnífico chope. Aberta em 1996 e ponta de lança da onda de botecos chiques que tomou a cidade, a casa tornou-se um templo paulistano da bebida. Pela oitava vez (a sexta consecutiva), vence a concorrência. Para alcançar tal excelência, uma série de procedimentos é seguida à risca. Os funcionários, por exemplo, são orientados a balançar o mínimo possível os barris ao levá-los até a câmara fria. A bebida descansa ali por pelo menos 24 horas antes de ser engatada nas duas máquinas quarentonas (uma delas herança do Joan Sehn, a choperia decana da cidade). Aí, entra em ação o tirador Silvano Caires. Primeiro, ele extrai o líquido, que passa por um pré-resfriador e uma caixa de gelo no trajeto até a torneira. Com uma espátula, retira a espuma residual com bolhas e, em seguida, dá o acabamento. Do outro bico, calibrado com mais pressão, preenche a caldeireta com um sublime, largo e espesso creme. Todo esse esforço dá resultado. Segundo os proprietários, em treze anos de funcionamento já foram consumidos ali mais de 6 milhões de copos de chope (Brahma, R$ 4,70).

Rua Graúna, 137, Moema, 5093-9486. 17h30/2h (qui. e sex. até 3h; sáb. e feriados a partir das 12h; dom. 12h/22h). Cartões de crédito.: todos. Cartões de débito: todos. Estac. c/manobr. (R$ 10,00). www.baroriginal.com.br.

Fonte: VEJA SÃO PAULO