Roteiro da gula

Docerias que preparam boas versões de brigadeiro

Guloseima ganha diversos sabores e formatos em nove endereços paulistanos

Por: Sophia Braun - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Enrolado ou na colher, o brigadeiro deixou de ser docinho de festa infantil e ganhou versões sofisticadas. Na Madame Brigadeiro, em Perdizes,  é preparado com chocolate suíço da marca Lindt e surge em até dez sabores a cada semana (R$ 3,70 a unidade).

+ Em vídeo: há diferenças entre os brigadeiros gourmet e o caseiro?

+  Mais quitutes e guloseimas irresistíveis na cidade

+ Sopas, fondues e suflês para aquecer no inverno

Confira casas especializadas na guloseima:

Brigadeiro & Co: a principal qualidade dos brigadeiros desse endereço é o uso de matéria-prima de primeira. O chocolate de Java, na Indonésia, dá origem a uma opção ao leite. Entre os brancos, experimente o de baunilha, repleto de pontinhos pretos da fava de Madagascar. Cada um custa R$ 4,50. Um brilho comestível é utilizado no acabamento.

Brigadeiro Bistrô: chocolates de origem belga e francesa são a base das guloseimas oferecidas aqui. Dispostos em vitrines como se fossem joias, os docinhos enrolados aparecem em versões como maracujá, amêndoas e limão (R$ 4,00). 

Brigadeiro Doceria & Café: na doceria de jeitão rústico, ele aparece em cerca de vinte versões. Em um charmoso sobrado de Pinheiros, escolha um lugar na varanda para devorar o brigadeiro recheado de um morango fresco (R$ 4,90). Feito à base de coco, o tradicional beijinho custa R$ 3,90.

Brigadeiros by Cousin's - brigadeiro
Brigadeiros by Cousin's: docinhos são enrolados na hora (Foto: Mario Rodrigues)

Brigadeiro Dicunhada: mais de sessenta opções se revezam diariamente em belos pratos de louça. São exemplos o de doce de leite com coco queimado e o de pistache e Nutella (R$ 3,50 a unidade). Encantam os ótimos pães de mel recheados de brigadeiro (R$ 5,00). Se embrulhados em tecido, custam R$ 6,00 cada um. A guloseima também aparece nas bisnagas (R$ 8,00) e nas panelinhas (R$ 19,00), para devorar com a colher.

Brigadeiros by Cousin’s: de estilo provençal, oferece mais de oitenta versões do docinho. Cerca de quinze estão disponíveis diariamente e são enroladas na hora do pedido. Podem aparecer em cartaz limão-siciliano, banana com canela, água de rosas (R$ 3,75 cada um) e flor de sal (R$ 4,75). Se estiver em busca de um presente para impressionar, faz sob encomenda uma receita de chocolate suíço polvilhada com ouro em flocos (R$ 58,00 a unidade). O brigadeiro aparece ainda nos éclairs (R$ 6,50) e nos macarons (R$ 4,50).

Brigadeiros - Le Chef Gatô
Le Chef Gatô: bolo com recheio de coco cremoso e cobertura de brigadeiro (Foto: Fernando Moraes)

Brigaderia: para todas as lojas da rede, mais de 10 000 unidades de brigadeiro são produzidas por dia. O cardápio apresenta mais de trinta variedades  mais os sabores sazonais, entre eles caipirinha de limão e milho-verde (R$ 4,00). Pelo mesmo preço dos tradicionais, faz versões diet e kosher. A caixa de madeira em tecido estampado com 25 docinhos sortidos sai por R$ 125,00. Para comer de colher, as caçarolas coloridas são preenchidas por 90 gramas de brigadeiro (R$ 21,00).

Le Chef Gatô: feito de matéria-prima importada da França e da Bélgica, a pedida é apresentada de criativas maneiras. Além das setenta versões enroladinhas (R$ 3,80), aparece em um delicado pote de vidro entremeado com bolo de chocolate (a partir de R$ 24,00 cada um). Outra boa sugestão é o bolo quadrado bem úmido recheado de creme de coco e leite condensado e coberto por uma camada do doce tradicional (R$ 27,00; 290 gramas).

Maria Brigadeiro
Maria Brigadeiro: funcionárias enrolam cerca de 3 000 docinhos por dia (Foto: Fernando Moraes)

Madame Brigadeiro: em Perdizes, ocupa um imóvel em tons de branco e rosa ao lado da PUC. Toda semana, de oito a dez versões  revezam-se na vitrine. São exemplos paçoca, maracujá e Nutella. Os únicos sabores sempre em cartaz são os de chocolate ao leite suíço da marca Lindt e a versão amarga. Cada um custa R$ 3,70.

Maria Brigadeiro: uma das primeiras a embarcar na onda dos brigadeiros gourmets, Juliana Motter prepara atualmente quarenta versões do docinho (R$ 3,75 cada um). Apenas o de pistache custa R$ 4,20). Escolha entre limão-siciliano, menta, mel e vinho do Porto. Sob encomenda, faz uma torta amanteigada com recheio de brigadeiro tradicional (R$ 85,00 a unidade). Pequenas porções da delícia enrolada coroam a pedida.

* Fique ligado: os preços estão sujeitos a alteração.

Fonte: VEJA SÃO PAULO