Comidinhas

La Bufalina

Por: Redação VEJA São Paulo - Atualizado em

La Bufalina
La Bufalina: a mussarela de búfala de Guaratinguetá (Foto: Fernando Moraes)

Confira todos os endereços:

  • Empórios ou mercados gourmet

    La Bufalina - Moema

    Alameda dos Arapanés, 844, Indianópolis

    Tel: (11) 5051 3318

    VejaSP
    Sem avaliação

    A sabedoria culinária italiana fica explícita na sua combinação mais básica: tomate, manjericão e mussarela — de búfala, claro, como manda a tradição do país. Esse último ingrediente é a especialidade da família Auricchio, natural de Battipaglia, na província de Salerno, e proprietária desta dupla de lojas. Com o leite do seu rebanho próprio, em Guaratinguetá, no interior de São Paulo, faz queijos extremamente molhadinhos e saborosos. Para receber os amigos em casa, leve a mussarela de búfala em bolas de tamanho médio (R$ 52,00 o quilo). Com um fio de azeite de boa qualidade e um pouco de sal, ela se transforma num aperitivo de arrancar elogios. Outra versão é a burrata (R$ 18,50), uma das mais cremosas disponíveis na cidade.

     

    Preços checados em 1º de abril de 2015.

    Saiba mais
  • Empórios ou mercados gourmet

    La Bufalina - Higienópolis

    Rua Conselheiro Brotero, 1080, Santa Cecília

    Tel: (11) 3825 8000

    VejaSP
    Sem avaliação

    A sabedoria culinária italiana fica explícita na sua combinação mais básica: tomate, manjericão e mussarela — de búfala, claro, como manda a tradição do país. Esse último ingrediente é a especialidade da família Auricchio, natural de Battipaglia, na província de Salerno, e proprietária desta dupla de lojas. Com o leite do seu rebanho próprio, em Guaratinguetá, no interior de São Paulo, faz queijos extremamente molhadinhos e saborosos. Para receber os amigos em casa, leve a mussarela de búfala em bolas de tamanho médio (R$ 52,00 o quilo). Com um fio de azeite de boa qualidade e um pouco de sal, ela se transforma num aperitivo de arrancar elogios. Outra versão é a burrata (R$ 18,50), uma das mais cremosas disponíveis na cidade.

     

    Preços checados em 1º de abril de 2015.

    Saiba mais

Fonte: VEJA SÃO PAULO