Restaurantes

Killa Novoandino serve bons pescados em novo endereço

Entre as receitas preparadas pelo chef peruano Kenji Shiroma há delícias como os ceviches, ácidos e picantes na medida

Por: Arnaldo Lorençato - Atualizado em

Killa Novoandino
Ceviche del pacífi co, com lagosta e peixe branco: R$ 38,00 (Foto: Fernando Moraes)

É raro o restaurante que consegue fazer sucesso no feixe de ruas que corta a Avenida Pompeia, uma região de Perdizes dominada por botecos de diferentes estilos. Contrariando essa lógica, o Killa Novoandino acaba de ser transferido para a transversal Padre Chico, e lota, em especial, aos fins de semana. A casa repete o êxito da época em que ocupava um minúsculo salão na Rua Tucuna, a poucos metros dali. Para pilotar o fogão no novo endereço, o proprietário Georges Hutschinski convidou o peruano Kenji Shiroma — ele assume o posto no lugar de Dylan Koishi.  

Entre as receitas introduzidas pelo cozinheiro, há delícias como os ceviches, ácidos e picantes na medida. A versão intitulada del señor costa combina vieira e camarão marinados no leite de tigre (suco de limão, caldo de peixe, salsão, gengibre e coentro) acrescido de leite de coco e suco de laranja. Outra boa pedida, o pacífico reúne lagosta e peixe branco no caldo de abacaxi. Cada uma dessas sugestões custa R$ 38,00.

Killa Novoandino
Causushi, os bolinhos de batata com diferentes coberturas: R$ 25,00 (Foto: Fernando Moraes)

De entrada, cai bem o causushi, uma versão moderna de sushi montada sobre bolinhos de purê de batata — chamados de causas — cobertos por polvo na maionese de azeitona preta, camarão ao molho de pimenta-vermelha e salmão defumado (R$ 25,00). Dos pratos quentes provados, nem todos agradaram. O peito de pato guarnecido de salada de batata estava tostado demais na parte da carne e não da pele (R$ 59,00) e o guioza cozido de salmão e nozes ao molho cremoso de pimenta ají amarillo revelou-se massudo e sem gosto (R$ 48,00). Felizmente, mostraram-se caprichados o cabrito cozido na cerveja (R$ 59,00) e o quinotto de camarões, um risoto feito com quinoa em vez de arroz (R$ 38,00).  

Batizada de pecado de chirimoya, a tentadora sobremesa elaborada com essa aparentada andina da fruta-do-conde leva nozes e raspas de chocolate (R$ 15,00). Da lista de vinhos, acompanham bem a refeição os espumantes, caso do espanhol Cava Don Román Brut (R$ 63,00). 

COMIDA ✪✪✪ | AMBIENTE ✪✪✪ | SERVIÇO ✪✪

+ Confira o cardápio completo do Killa Novoandino no Blog do Lorençato

Fonte: VEJA SÃO PAULO