Gente

Insultado em restaurante, José de Abreu revida com cusparada

Ator estava jantando com a esposa e publicou relato nas redes sociais. Vídeo mostra momento em que ele cospe no rosto de um homem e uma mulher

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Jose-de-Abreu
José de Abreu: ator viveu seu último personagem como chefe de uma facção criminosa ligada ao governo, na novela A Regra do Jogo (Foto: Divulgação/Rede Globo)

O ator José de Abreu, cujo último papel foi na novela A Regra do Jogo (Globo), se envolveu em um episódio desastroso na noite de sexta (22) em um restaurante japonês em São Paulo. Petista assumido, e conhecido por defender a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula, o ator foi vítima de uma manifestação por parte de um casal que jantava no mesmo local e acabou perdendo a cabeça. No meio da discussão, com os ânimos exaltados, ele cuspiu no rosto de seus agressores.

+ Mãe de Isabella Nardoni está grávida de um menino

O boato logo se espalhou na internet e vídeos começaram a surgir no YouTube. Para acabar com os boatos, Abreu usou seu Twitter para se defender. Mesmo agredindo o homem e a mulher, ele diz que não errou na atitude. "Acabei de ser ofendido num restaurante paulista. Cuspi na cara do coxinha e da mulher dele! Não reagiu! Covarde. Advogado carioca…", escreveu na rede social.

twitter-zehdeabreu
Reprodução do Twitter do ator José de Abreu, relatando o episódio em restaurante de São Paulo (Foto: Reprodução/Twitter)

+ Acompanhe as últimas notícias da cidade

Ele relatou que ele e a esposa sofreram de uma "agressão gratuita" por cerca de 30 minutos. Quando foi questionar os agressores, Abreu chamou o casal de "coxinha", "fujão", "covarde" e "fascista". O nome do restaurante não foi divulgado.

jose-abreu-1
Reprodução de relato do ator José de Abreu sobre cusparada em restaurante de SP (Foto: Reprodução/Twitter)
jose-abreu-2
Reprodução de relato do ator José de Abreu sobre cusparada em restaurante de SP (Foto: Reprodução/Twitter)

Caso de cusparada não é o único

Recentemente, outro episódio repercutiu bastante na internet. Jean Wyllys, deputado federal pelo PSOL do Rio de Janeiro, cuspiu em Jair Bolsonaro, do PSC/RJ, durante votação para abertura do processo de impeachment da presidente Dilma. Os dois são antigos rivais.

Wyllys
Jean Wyllys cospe em direção a Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução)

A polêmica ainda gira em torno de que Wyllys reagiu a ofensas homofóbicas vindas de Jair Bolsonaro e que, ao fundo, o filho Eduardo Bolsonaro teria provocado e cuspido também em Wyllys. O jornalista e relações públicas George Marques publicou vídeos que mostram fatos sobre o caso.

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO