Especial

Almoço executivo: refeições completas por até 50 reais

Restaurantes concorridos oferecem menus com entrada, prato principal e sobremesa que não pesam (tanto) no bolso

Por: Sophia Braun

Restaurant Week março/2014 - Ecully
Ecully: do couvert à sobremesa por 37,90 reais (Foto: Rafael Wainberg)

É cada vez mais difícil comer bem sem gastar uma fortuna nos restaurantes paulistanos. No almoço, porém, muitos endereços propõem refeições completas, com entrada, prato principal e sobremesa, a preços fechados que estão abaixo dos cobrados no cardápio regular.

 

A matéria de capa de VEJA SÃO PAULO (clique para conferir) selecionou cinquenta estabelecimentos, em todas as regiões da cidade, que oferecem menus por até 50 reais. Abaixo, você encontra outras vinte sugestões onde é possível economizar:

Agello Cucina: do couvert à sobremesa, custa 48 reais. Além da extensa lista de pratos principais sempre disponíveis, como nhoque ao gorgonzola e presunto cru, há sugestões especiais para cada dia da semana. Às terças, entra em cena o ossobuco com purê de batata.

■  Aizomê: servida a 190 reais por pessoa durante o jantar, a degustação ganha uma versão reduzida e mais em conta no almoço (120 reais). Quem preferir, pode aproveitar ainda o menu executivo composto de salada, somen (macarrão), peixe ou carne, missoshiru, arroz e sobremesa por tentadores 49 reais.

Aizomê_2163
Aizomê: cardápio de gala fica mais em conta no almoço (Foto: Mario Rodrigues)

Brado: o menu a preço fechado dá lugar a uma seleção de pratos à la carte mais em conta. As entradas variam entre 7 reais e 9 reais. Já os pratos principais podem custar de 22 reais a 34 reais. Em revezamento, surgem receitas como peito de frango grelhado mais purê de mandioquinha (28 reais). As sobremesas custam até 10 reais.   

Buttina: sente-se sob uma das jabuticabeiras do salão e escolha entre massa fresca recheada de ricota e nozes e penne ao molho de tomate com ragu de carnes suína e bovina, por exemplo. Uma tortinha de figo seco e mascarpone, servida com calda de damasco e chantili, pode arrematar. Esse menu completo a 48 reais vale apenas às  terças, quartas e quintas.

Condessa: as sócias Maddalena Stasi e Flávia Marioto oferecem uma saladinha de ótimo tempero, um prato que muda diariamente e uma sobremesa por 49 reais. Os aromas do Marrocos aparecem na tajine de frango com limão e azeitona, um cozido típico servido com cuscuz de semolina. Seguindo o costume de não comer carne às sextas-feiras, o restaurante reserva esse dia para o arroz de bacalhau.

■  Così: as receitas do chef Renato Carioni podem ser provadas por 42 reais, em diferentes sugestões a cada dia. Podem surgir no cardápio de almoço  bolinho de batata-doce trufada recheado de pato confitado, risoto de aspargos com ovo pochê e crisps de presunto defumado e sopa de caqui com sorbet de limão.

Così - menu executivo
Così: receitas diferentes a cada dia (Foto: Tadeu Brunelli)

De La Paix: depois de percorrer o bufê onde ficam dispostos patês e saladas, chega à mesa um prato principal como o filé-mignon ao molho de queijo alouette mais arroz com trigo em grãos e ervilha puxada em shoyu mais alho-poró. Com a sobremesa, a exemplo da torta de chocolate com farinha de castanha-de-caju, sai por 42 reais.

Ecully: a cada duas semanas, os chefs Juliana Amorim e Guilherme Tse Candido trocam as sugestões. O formato, porém, é sempre o mesmo: três opções de entrada, um trio de sugestões de prato principal mais ums massa ou risoto vegetariano e três possibilidades de sobremesa. Custa 37,90 reais e dá direito ao couvert composto de pães e manteiga.

Ella.: a seleção de pratos muda a cada semana. Se a escolha recair sobre uma massa, caso da lasanha à bolonhesa, o combo com mais entrada (salada ou polenta) e sobremesa (a exemplo do cannoli) custa 35 reais. Quem preferir uma carne ou peixe, paga 37 reais.

■  FishBar: o menu executivo custa 46 reais e pode começar com uma salada ou bruschetta. De prato principal, algumas possibilidades são o peixe empanado com batatas rústicas e o bacalhau ao forno, que aparece toda sexta-feira. Uma sobremesa, como a panacotta de coco, finaliza.

Konstanz: oferece menu executivo a 29,90 reais. De entrada, serve a salada de alface, rúcula, tomate, radicchio e cenoura ao molho de mel. Na sequência, há sugestões como filé-mignon à parmigiana com arroz e batata frita e pescada ao molho de alcaparras com arroz e legumes. Algumas receitas podem custar 34,50 reais.

La Table Enogastronomia: ao meio-dia, qualquer prato do cardápio convencional dá direito a uma salada e uma sobremesa. Os preços oscilam, portanto, entre 29 reais e 75 reais, valor da paleta de cordeiro. Para se manter dentro da cota de 50 reais, fique com o ravioline ao queijo brie mais compotas de maçã e damasco na manteiga de sálvia (49 reias).  

Le Repas
Le Repas: o pequeno salão de atmosfera agradável (Foto: Fernando Moraes)

■  Le Repas: a refeição completa custa 31 reais e inclui entrada, prato principal e dois acompanhamentos, a escolher entre rataouille, batata rústica com alecrim, purê de mandioquinha ou arroz de ervas. Um dos pratos que pode aparecer é o linguini com camarão e cogumelos-paris ao molho de limão siciliano e queijo parmesão. As sobremesas têm preço promocional no almoço: 8 reais.

■  Max Abdo Bistrô: aqui o preço também varia conforme o prato princi8pal escolhido. No caso do filé de truta ao molho de amêndoas mais espinafre e batata sautée a refeição com direito a couvert, salada de entrada e sobremesa custa 49 reais.

Miya: serve menu a 45 reais com receitas que mudam todos os dias. São sempre duas opções de entrada, dois pratos principais e duas sobremesas. Exemplos: salada verde com vinagrete e mel, peixe do dia mais purê de batata, salada de agrião e funcho, e pudim de leite com caramelo de gengibre.

Per Paolo: o menu executivo é composto de entrada, prato e sobremesa, a 34,90 reais. As sugestões são renovadas diariamente. Exemplos: tiras de filé-mignon ao molho de açafrão com arroz e batata sautée e penne ao molho bechamel mais tomate-seco e alho-poró.

Ruaa - restaurantes - 2288
Ruaa: preço do menu varia de acordo com o prato principal (Foto: Fernando Moraes)

Parrilla La Recoleta: saborear um corte argentino de qualidade no agradável quintal de um antigo casarão tem um preço: felizmente, custa só 39,90 reais. Depois de chegar à mesa a salada mista ao molho de mel e mostarda, saltam da grelha ojo de bife, ancho ou chorizo com cerca de 200 gramas. O arremate surge na forma de uma panqueca com doce de leite e sorvete.

Quattrino: depois de escolher entre salada caesar e creme de legumes, para a entrada, chegam à mesa um prato principal e uma sobremesa (43,80 reais). Uma água faze parte do pacote. Para ganhar direito ao couvert, paga-se mais 6 reais.

■ Ruaa: o cliente escolhe um prato principal do cardápio à la carte e “ganha” uma saladinha e uma sobremesa. O sanduíche de pernil com chips de mandioquinha e vinagrete de pimenta-cambuci custa 26 reais. Já as minilulas recheadas de farofa de camarão na companhia de risoto de limão-siciliano (48 reais).  

Vicolo Nostro: os pratos do menu executivo variam de 45 reais a 59 reais e dão direito a couvert, entrada e sobremesa. O penne à toscana ao molho de tomate e linguiça calabresa custa 45 reais. Já o fettuccine com coração de alcachofra e queijos sai por 48 reais.  

Fonte: VEJA SÃO PAULO