Missak leva cozinhas árabe e armênia ao Alto da Lapa

O novo restaurante tem como responsáveis pelo cardápio os irmão Fernando e Fábio Yaroussalian, donos do tradicional Carlinhos, no Pari

A City da Lapa, pedacinho do Alto da Lapa onde não se podem erguer edifícios mas apenas casas, é uma região carente de atrações gastronômicas. Para melhorar a oferta de restaurantes, aquele pedaço da Zona Oeste acaba de ganhar o árabe Missak, inaugurado em 1º de junho. Originalmente, o imóvel na movimentada Avenida Diógenes Ribeiro de Lima, 3447, antiga Estrada da Boiada, foi preparado para acomodar o ítalo-lusitano Farro, como cheguei a noticiar aqui no blog.

Esse projeto inicial não vingou por problemas com liberação daquele espaço comercial numa Z1 (zona estritamente residencial). Em janeiro deste ano, a prefeitura concedeu o alvará de funcionamento para o imóvel tradicionalmente ocupado por comércio. Entre os proprietários, o investidor José Oswaldo Morales Jr., conhecido como Wado, permanece o dono do ponto desde que o lugar era para ser o Farro. Foi ele quem convidou Fernando Yaroussalian, do Carlinhos Restaurante, para tocar os bastidores culinários do negócio. Também fazem parte da sociedade João Paulo Paladino e a mulher dele, Katia Rossi, mais o cunhado de Morales Jr, Guga Ribeiro.

Casa recém-inaugurada: salão para 48 pessoas (Veja São Paulo/Veja SP)

O cardápio foi recheado de receitas do Oriente Médio. “É um árabe com um toque armênio”, explica Yaroussalian, que junto como irmão Fábio, toca um famoso restaurante do Pari, o Carlinhos Restaurante, apelido do pai deles, um armênio nascido em Damasco, a capital da Síria.

Curioso é que Carlinhos era nome ocidental com o qual Missak Yaroussalian (1945-2013) ficou conhecido. Foi também como Carlinhos que ele criou e registrou um delicioso sanduíche feito de pão árabe bem fino recheado de carne moída e montado numa pilha até formar uma torre, chamado por ele de arais.

A partir da esquerda, os sócios: José Oswaldo Morales Jr, o Wado, Guga Ribeiro, Katia Rossi, João Paulo Paladino e Fernando Yaroussalian (Veja São Paulo/Veja SP)

Homenageado no batismo da casa da City Lapa, Missak Yaroussalian tem outras de suas receitas no cardápio. Uma delas é a carne bovina seca, semelhante na aparência e só na aparência ao pastrami, conhecida como bastrmá. Além de ser oferecida ao natural, pode ser preparada com ovo na manteiga. No mais, podem ser provadas pedidas árabes mais manjadas como o quibe cru, os charutinhos de folha de uva e as pastas típicas – homus, babaganuche e coalha seca.

Nem bem abriu as portas apenas para o almoço, o Missak está com seus 48 lugares disputados quase que diariamente. O jantar ainda não tem data definida para começar. “Antes queremos conhecer bem o público da região, apesar de morar por perto, na Leopoldina. Também queremos deixar bem afiados a cozinha e o serviço. Só aí daremos o próximo passado e passaremos a abrir à noite”, promete Yaroussalian.

O Missak fica na Avenida Diógenes Ribeiro de Lima, 3447, City Lapa, tel. 3628-5111.

A conferir.

Conheça alguns pratos:

Obrigado pela visita. Aproveite para deixar seu comentário, sempre bem-vindo, e curtir a minha página no Facebook. Também é possível receber as novidades pelo Twitter.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s