Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Tenente Miranda é a primeira policial a ser vacinada contra Covid em SP

Nesta segunda-feira (5), o estado começou a vacinação das equipes de segurança pública e administração penitenciária

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 5 abr 2021, 19h25 - Publicado em 5 abr 2021, 19h24

A tenente Rosemeire Santos de Miranda, com mais de 20 anos de corporação, foi a primeira integrante da Polícia Militar de São Paulo a ser imunizada contra a Covid-19. Nesta segunda (5), o estado começou a vacinar todos os profissionais da categoria. A previsão é de que 180 mil profissionais da área serão vacinados até 12 de abril.

“É uma honra ser a primeira policial vacinada, representando todas as forças de segurança, que estão no combate, na linha de frente da pandemia. É uma honra, e aproveito para agradecer o reconhecimento da população com a Polícia Militar, que está aí para defendê-la. A população toda está sofrendo, nós também, mas amos continuar trabalhando e, com certeza, vamos vencer essa pandemia”, declarou a tenente.

Segundo o cronograma, receberão o imunizante policiais federais que atuam em São Paulo, policiais militares, civis, bombeiros, da Polícia Científica, agentes de segurança e de escolta penitenciária, e guardas civis metropolitanos municipais. Os profissionais devem fazer o pré-cadastro no site oficial do governo estadual (www.vacinaja.sp.gov.br).

  • Publicidade