Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Saúde anuncia início da vacinação contra a gripe a partir de 4 de abril

Estimativa é a de que 76,5 milhões de pessoas de grupos prioritários sejam imunizadas; composição da vacina já protege contra subtipo que causou surto

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 15 mar 2022, 16h25 - Publicado em 15 mar 2022, 16h22

A vacinação contra a gripe em todo o país deve ter início no dia 4 de abril, segundo informou nesta terça-feira (15) o Ministério da Saúde. Está prevista a distribuição de 80 milhões de doses, que serão destinadas a imunizar contra o vírus da Influenza 76,5 milhões de pessoas integrantes dos grupos prioritários.

+Ministro pede ao Senado para rebaixar Covid-19 à situação de endemia

Ela será feita em duas etapas. Na primeira, que vai do dia 4 de abril até o dia 2 de maio, serão vacinadas pessoas com 60 anos ou mais e trabalhadores da área da saúde. Do dia 3 de maio até o dia 3 de junho, serão contemplados os demais grupos. Veja relação abaixo:

  • crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias);
  • gestantes e puérperas;
  • povos indígenas;
  • professores;
  • pessoas com comorbidades;
  • portadores de deficiência permanente;
  • integrantes das forças de segurança (inclui forças armadas);
  • caminhoneiros e trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso;
  • trabalhadores portuários;
  • funcionários do sistema prisional;
  • adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas;
  • presos

O Ministério da Saúde também agendou uma data especial para que seja feita uma mobilização nacional. Neste 2022 será no dia de 30 abril.

+Brasil tem dois casos da Deltacron, mistura da Delta e Ômicron

Um informe técnico da pasta cita que a campanha de vacinação contra a influenza coincidirá com a realização da vacinação contra a Covid-19 em crianças a partir de 5 anos de idade. O documento cita a necessidade de intervalo de 15 dias entre as vacinas.

Continua após a publicidade

Darwin

Assim como em anos anteriores, a vacina a ser aplicada é produzida pelo Instituto Butantan. A composição é trivalente, ou seja, é composta pelo vírus H1N1, cepa B e o H3N2, neste último, o subtipo Darwin.

Foi o subtipo do H3N2 que provocou surto de gripe e lotou os postos de saúde da cidade de São Paulo entre o final do ano passado e no início deste ano, provocando uma explosão do número de casos.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)